LATAM anuncia Brasília-Santiago a partir de junho e prevê 20 mil passageiros por ano na nova rota

LATAM anuncia Brasília-Santiago a partir de junho e prevê 20 mil passageiros por ano na nova rota

Companhia começa a vender nos próximos dias em latam܂com e demais canais as passagens aéreas para voo que será operado três vezes por semana

Segunda rota internacional da LATAM no Distrito Federal reforça como LATAM está mais eficiente e competitiva para expandir a sua malha aérea de forma sustentável

LATAM é a única empresa aérea que liga Brasil a 90 aeroportos internacionais com voos próprios

– A LATAM começará a operar Brasília-Santiago com três voos semanais em 1º de junho deste ano. Nos próximos dias, a companhia começará a vender em latam܂com e demais canais as passagens aéreas para a sua segunda rota internacional no Distrito Federal – inaugurou Brasília-Lima em 2023. A LATAM prevê transportar até 20 mil passageiros por ano na sua nova operação entre Brasil e Chile, que já conta com as operações regulares Guarulhos-Santiago, Galeão-Santiago, Confins-Santiago, Curitiba-Santiago, Florianópolis-Santiago e Porto Alegre-Santiago.

O voo Brasília-Santiago será operado sempre na terça-feira, quinta-feira e sábado a bordo de aeronaves Airbus A320 (174 passageiros) e A321 (220 passageiros) com duração média de 5 horas. Decolará às 8h50 (hora local) de Brasília e às 13h40 (hora local) de Santiago. Na comparação com uma viagem com conexão no aeroporto de São Paulo/Guarulhos, a nova rota diminui de 7 para 5 horas o tempo médio de deslocamento entre a capital federal brasileira e o Chile.

Além de ser porta de saída para os brasileiros que buscam as maravilhas de nossos vizinhos na América do Sul ou na Oceania, Brasília tem potencial para ser cada vez mais a porta de entrada dos viajantes internacionais que buscam rápidas conexões para o Norte e Nordeste do Brasil, e também para as atrações do nosso Centro-Oeste. Assim como aconteceu com Brasília-Lima, o nosso voo Brasília-Santiago já nasce com esse potencial de mão dupla e o turismo brasileiro é o grande beneficiado”, comenta Aline Mafra, diretora de Vendas e Marketing da LATAM Brasil.

A rota Brasília-Santiago não era operada pela LATAM desde março de 2020, após o avanço da pandemia de Covid-19 e das restrições sanitárias internacionais.

BRASÍLIA-SANTIAGO SEM ESCALAS É OPORTUNIDADE PARA TURISMO DO BRASIL

A nova rota irá conectar de forma mais ágil para o Chile e a Oceania (Austrália e Nova Zelândia) os passageiros que embarcam em cidades como Salvador, Recife, Fortaleza, João Pessoa e Manaus, e vice-versa. Ao mesmo tempo, representa mais uma oportunidade para apresentar aos turistas internacionais as atrações do Centro-Oeste brasileiro, como é o caso da Chapada dos Veadeiros e da Chapada Imperial, das cachoeiras e grutas do Salto de Corumbá e de Cocalzinho de Goiás, além da arquitetura histórica de municípios como Pirenópolis.

Em 2023, vale lembrar, LATAM e Embratur assinaram um acordo de cooperação técnica para promover o Brasil internacionalmente e, atualmente, a LATAM opera em Brasília uma média de 67 voos por dia para outros 32 aeroportos, sendo a maior operadora aérea da capital federal, responsável por 51% das operações do aeroporto. Em 2023, além da rota Brasília-Lima, onde já embarcaram 300 mil passageiros em 10 meses, a LATAM lançou para os viajantes com conexão em Brasília a possibilidade de realizar um stopover de 3 dias.

CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL DA LATAM

Mais eficiente e competitiva, a LATAM tem investido de forma sustentável na ampliação de sua malha aérea e opera atualmente a maior rede de voos da sua história no Brasil, com operações para mais de 50 aeroportos do País. No mercado internacional, é a empresa aérea que mais conecta o Brasil com o mundo, com voos próprios do País para 90 aeroportos no exterior. Somente em 2023, recebeu no mercado brasileiro 15 das 17 novas aeronaves entregues pelos fabricantes ao Grupo LATAM.

Como consequência, a LATAM lidera o setor aéreo brasileiro (market share) de forma contínua desde 2021, segundo a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), e entrou em 2024 otimista, ainda mais comprometida com a democratização da aviação no Brasil. Por isso, anunciou 4 medidas para universalizar o transporte aéreo no País e prevê ampliar de 7% a 9% a sua operação nacional em 2024.

Sobre o Grupo LATAM

A LATAM Airlines S.A. e suas subsidiárias são o principal grupo aéreo da América Latina, com presença em cinco mercados domésticos da região: Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru, além de operações internacionais dentro da América Latina e para Europa, Oceania, Estados Unidos e o Caribe.


O grupo LATAM possui uma frota de aeronaves Boeing 767, 777 e 787 e Airbus A321, A320, A320neo e A319.


LATAM Cargo Chile, LATAM Cargo Colômbia e LATAM Cargo Brasil são as subsidiárias de carga do grupo LATAM, possuindo uma frota combinada de 19 aeronaves de carga. Essas subsidiárias de carga contam com acesso as aeronaves de passageiros do grupo e operam na rede do grupo LATAM, bem como em rotas internacionais exclusivas para transporte de cargas. Além disso, oferecem uma infraestrutura moderna e uma ampla variedade de serviços e opções de atendimento para atender às necessidades de seus clientes.

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar varios serviços no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!