HOTELEIRA DE GALINHOS(RN) SE MOBILIZA DIANTE DA IMPLANTAÇÃO DE PARQUES EÓLICOS NAS DUNAS DE GALOS

Paraíso ameaçado. Sai a mansidão, entra a especulação

Ana Muller, proprietária de pousadas em Galinhos e na Pipa, explica sua posição em relação à implantação de parques eólicos nas dunas de Galos. Detalhe: foi ela a primeira a reclamar do que considera um grande absurdo.
“Todos nós somos a favor da implantação de parques eólicos no município, porém é preciso planejamento com relação à localização desses parques. É preciso respeitar regras claras, enxergar as dunas como potencial turístico do RN”.
A empresária diz que querem encher as dunas de Galos com aerogeradores. Ela indaga: “Amanhã poderá ser nas dunas de Genipabu, Jacumã e Muriu.” Diz ainda Ana Muller: “Temos que aprender a somar e não a subtrair. O que é melhor? Turismo + eólicas ou só eólicas?”
A equação é simples, segundo a empresária: “O turismo gera emprego e renda para todos do entorno e ao Estado. A eólica gera emprego no entorno apenas durante a construção (oito meses) e depois só gera renda aos empreendedores, ao dono do terreno e aos políticos que recebem ICMS da venda”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.