GRATUITIDADE LEVA MILHARES A VISITAR PATRIMÓNIO CULTURAL EM SINTRA

 

Mais de 4500 visitantes nos parques e monumentos de Sintra

 

O primeiro domingo de acesso gratuito aos parques e monumentos de Sintra teve uma adesão massiva de público.

Foram mais de 4500 residentes em território nacional (48% do total de visitantes nesse dia), que aproveitaram a medida, em vigor desde 2 de janeiro, para visitar monumentos como os Palácios Nacionais de Queluz, da Pena e de Sintra com entrada a custo zero.

No Palácio de Monserrate, cerca de mil pessoas usufruíram desta oportunidade para visitar este património único que integra a Paisagem Cultural da Humanidade, classificada pela UNESCO.

Intimamente ligado às vivências de três gerações da Família Real portuguesa, o Palácio Nacional de Queluz recebeu, por sua vez, 856 visitantes que, deste modo, tiveram oportunidade de descobrir – ou redescobrir – o encanto da sua imponência e da exuberância dos seus detalhes arquitetónicos.

O Palácio Nacional de Sintra, no centro da vila histórica, marcando a paisagem com a silhueta inconfundível das duas chaminés cónicas e único palácio que atravessou toda a história de Portugal, recebeu mais de 600 visitantes residentes em Portugal.

O Palácio Nacional da Pena foi o mais visitado dos monumentos sob gestão da Parques de Sintra. Mais de 1100 visitantes aproveitaram esta ocasião para visitar gratuitamente o expoente máximo do Romantismo em Portugal e obra eterna de D. Fernando II, Rei-Artista. Também o Parque da Pena cativou, no primeiro domingo de 2024, cerca de 300 visitantes. Este, que é o mais importante arboreto existente em Portugal, com 85 hectares de espécies florestais nativas de todos os continentes que enquadram pavilhões e pequenas edificações, representa um cenário de inigualável beleza natural e, também, de grande relevância histórica e patrimonial.

O Castelo dos Mouros, num dos cumes da serra de Sintra, recebeu 457 visitantes que usufruíram, quer da gratuitidade de acesso, quer da beleza do monumento. Esta fortificação fundada no século X, época da ocupação muçulmana da Península Ibérica, permite vislumbrar uma paisagem única sobre a vila, a Pena e, mais ao longe, o contraste entre o verde da serra e o azul do Atlântico.

Situado no coração da Serra de Sintra, o Convento dos Capuchos, que contrasta com os edifícios faustosos e exuberantes que existem em Sintra e que se destaca pela sua simplicidade e atmosfera de paz, recebeu cerca de 200 visitantes.

Sofia Cruz, presidente do conselho de administração da Parques de Sintra, revela que, “esta medida, que oferece a todos os residentes em Portugal a oportunidade usufruir deste património aos domingos e feriados, representa um importante passo para ajudar a cumprir a nossa missão de serviço público de tornar os parques e monumentos ao cuidado da Parques de Sintra parte do dia-a-dia do público de proximidade e das memórias das famílias nacionais, fomentando hábitos de consumo regular de cultura”.

Ao longo dos últimos anos, a empresa tem investido na qualidade da experiência de visita e na oferta de uma programação diversificada, promovendo numerosas iniciativas dedicadas à música, ao cinema, ao teatro e à arte equestre, com múltiplas propostas que tiram partido da memória histórica dos monumentos e dos ambientes diferentes que o património natural proporciona no decorrer das estações, convidando à sua fruição ao longo de todo o ano. Pretende-se que quem visita o património sob gestão da empresa encontre sempre novos motivos de interesse, ou seja, espaços vivos, em permanente atualização e reinvenção, onde existe sempre algo novo para fazer e para conhecer. Um património de todos, para todos.

 

Sintra, 11/01/2024

 

 

A Parques de Sintra – Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.

Nos últimos dez anos, as áreas sob gestão da empresa (Parque e Palácio Nacional da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam cerca de 25 milhões de visitas.

A Parques de Sintra é detentora de onze World Travel Awards para Melhor Empresa do Mundo em Conservação, que venceu consecutivamente entre 2013 e 2023.

São acionistas da Parques de Sintra a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.

 

Toda a informação sobre a Parques de Sintra pode ser consultada em www.parquesdesintra.pt.

 

 

 

 

Parques de Sintra – Monte da Lua, S.A.

Parque de Monserrate 2710-405 Sintra

www.parquesdesintra.pt / www.facebook.com/parquesdesintra

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar varios serviços no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!