Comitiva holandesa tem ministro e 45 integrantes na Soccerex

São ao todo dez comitivas enviadas por governos para fazer negócios com o Brasil

A Holanda “entra em campo” nesta segunda-feira (28) quando acontece a abertura oficial da Soccerex Global Convention, maior plataforma de negócios do futebol no mundo, com agenda repleta de atrações até a próxima quarta-feira, no Forte de Copacabana (Rio de Janeiro). Como já é tradição no futebol da camisa laranja, a ideia é replicar o famoso carrossel holandês: o ministro do Comércio Exterior e da Agricultura, Henke Bleker, convocou uma comitiva de 45 empresários e representantes governamentais para fazer networking e prospectar oportunidades de negócios na Soccerex. É o maior “time” oficial que vem ao Brasil nesta edição da Soccerex. “Um fato inquestionável é que o Brasil está crescendo e oferece oportunidades. E boa parte disso se dará através do esporte”, resumiu Bleker.

Ao todo, o evento contará com dez delegações governamentais acompanhadas de investidores interessados em buscar oportunidades de negócios no Brasil: Argentina, França, Holanda, Nigéria, África do Sul, Reino Unido, Alemanha, Rússia, Qatar, Espanha. O número é cinco vezes maior do que em 2010, quando a convenção anual de negócios do futebol se instalou pela primeira vez no Brasil. “Estamos aqui inicialmente para fazer negócios voltados para (a Copa de) 2014, em assuntos ligados a energia, desenvolvimento de infraestrutura e, claro, esporte”, destaca o ministro holandês. “Nossa missão também é estreitar o relacionamento entre Brasil e Holanda. Por isso temos aqui uma comitiva de 45 pessoas. Queremos fazer negócios agora, mas estamos especialmente focados em criar vínculos de longo prazo – e não somente negociações imediatas”, continuou.

Criando oportunidades – Segundo Henke Bleker a Holanda quer utilizar sua tradição portuária para canalizar os negócios brasileiros na Europa. “Já há bons contatos entre empresas holandesas e brasileiras, mas acreditamos que neste momento o importante é estreitar o relacionamento, criar oportunidades para o futuro”, disse ele. “Um fato inquestionável é que o Brasil está crescendo e oferece oportunidades. E boa parte disso se dará através do esporte. De nosso lado, a Holanda é a porta de entrada para a Europa. Especialmente o porto de Roterdã, nosso país pode ser vital para o Brasil. E há muitas semelhanças entre o Brasil e a Holanda no campo dos negócios. Por exemplo, ambos são muito focados ou têm potencial para a geração de energia. A Shell é uma de nossas empresas que está aqui trabalhando nisso”, finalizou o ministro holandês.

A convenção de negócios do futebol, que se inicia na segunda-feira, deve crescer entre 15% e 20% em termos de movimentação financeira, podendo alcançar R$ 180 milhões de volume negociado. Além de um abrangente calendário de painéis e workshops, a Soccerex Global Convention também oferecerá exibições e uma série de eventos no Forte de Copacabana. A programação completa está disponível no site www.soccerex.com. Entre os tópicos abordados na pauta da conferência deste ano incluirão a Copa do Mundo da FIFA™ de 2014, estádios, marcas, agências, performances, mídias sociais, sucessos comerciais e sessões exclusivas com algumas das maiores estrelas do futebol do passado e do presente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.