Bulgari realiza a exposição ´Bulgari Serpenti 75 Years of Infinite Tales´ na Galeria Kukje em Seul

Bulgari

Exibição em homenagem aos 75 anos do ícone da joalheria romana, está em cartaz na Coreia do Sul até 31 de julho

A Bulgari revela a exposição Bulgari Serpenti 75 Years of Infinite Tales em Seul, explorando o eterno fascínio de seu ícone. Na exposição, focada na metamorfose sem fim deste símbolo emblemático da Bulgari, joias e arte contemporânea se misturam para dar vida a um novo capítulo da evolução da Serpenti da Bulgari e convidar os visitantes a vivenciar seu magnetismo.

Após a apresentação inaugural em fevereiro no Museu Nacional Thyssen-Bornemisza em Madri, seguida da exposição em Xangai e da pop-up Serpenti New York, agora é a vez de Seul receber a Bulgari Serpenti 75 Years of Infinite Tales na Galeria Kukje, de 28 de junho a 31 de julho.

A combinação do domínio técnico artesanal incomparável da Bulgari e a potência ilimitada da imagem da serpente deu origem a um ícone autêntico que nunca deixou de evoluir ao longo do tempo. Assim como uma cobra em transformação perpétua e ostentando as belas cores da natureza, a linha Serpenti reflete qualidades intrínsecas – transmitindo força, determinação, charme e magnetismo.

Para celebrar o 75º aniversário da Serpenti, a Bulgari lançou a Serpenti Factory, uma iniciativa artística focada na serpente como fonte inesgotável de criatividade, inspirando-se na imagem do ícone para descobrir como os símbolos, as técnicas e os arquivos da Maison continuam a influenciar a imaginação inesgotável e o artesanato da Serpenti. A Serpenti Factory abrange muitas áreas que moldam a identidade deste ícone, do patrimônio ao artesanato, das tecnologias multissensoriais à nova campanha comemorativa dos 75 anos conectando passado, presente e futuro.

Exposição “The Bulgari Serpenti 75 Years of Infinite Tales” em Seul

A exposição Bulgari Serpenti 75 Years of Infinite Tales reúne peças de joalheria Serpenti que encapsulam o fascínio e a criatividade audaciosos da Bulgari e obras de arte de seis grandes artistas femininas da Coreia e do exterior. A galeria apresenta Tangled Snakes (1969) de Chun Kyung-Ja, uma lendária pintora coreana, bem como obras de arte de Niki de Saint Phalle, uma artista francesa famosa por expressões coloridas de cobras em pinturas e esculturas.

O espaço no 1º andar exibe obras de arte de Wook-kyung Choi, uma pioneira conhecida por pinturas abstratas vibrantes e visionárias, e uma série de telas bordadas que incorporam a abordagem experimental e inovadora da artista Kyungah Ham, criadas em colaboração próxima com artesãos anônimos. No 2º andar, são exibidas cinco obras de arte especialmente comissionadas ilustrando a serpente, incluindo Trop Long (2023) e Meeting the Morning Dew (2023) das artistas Seung-Hye Hong e Jae-Eun Choi. A exposição narra uma história fascinante, proporcionando uma rara chance de admirar cerca de 40 obras de arte preciosas com tema de serpente.

Na seção dedicada à história e herança da Bulgari, há uma zona de experiência digital projetada para guiar os visitantes pelo passado, presente e futuro do símbolo Serpenti. Todo o espaço é criado com design inspirado na Serpenti e conta com efeitos sonoros e vídeos.

Notícias sobre a exposição Bulgari Serpenti 75 Years of Infinite Tales podem ser encontradas no site oficial da Bulgari e no canal KakaoTalk. A entrada na exposição é apenas mediante reserva e um guia de áudio é fornecido para ajudar os visitantes a aproveitar a experiência de visualização. Os visitantes que adicionaram o BULGARI Kakao Talk Channel receberão um presente especial. (*Disponível em quantidades limitadas)

De Mito a Ícone

A lenda de Serpenti começa muito antes do animal mítico entrar no influente universo da joalheria. Profundamente enraizada na história da humanidade, a cobra capturou a imaginação do Oriente ao Ocidente e através dos milênios. Na mitologia grega e romana, acreditava-se que a criatura possuía poderes transformadores e regenerativos por sua capacidade de trocar de pele. Essa energia universal em constante renovação foi simbolicamente representada pelo ouroboros – o símbolo de uma cobra que morde sua cauda para formar um círculo infinito, sem começo ou fim.

Sua natureza em constante mudança e espírito eterno têm sido temas centrais do ícone da serpente da Bulgari desde suas origens em 1948, quando as primeiras criações Serpenti fizeram sua estreia como relógios-joia para serem enrolados no pulso. Naquela época, o relógio Serpenti era mais estilizado: seu corpo composto por elos é trabalhado na habilidosa técnica Tubogas, unindo a ourivesaria magistral à fluidez inata do ícone. A faixa tubular maleável de metal precioso de inspiração industrial, obtida sem solda, foi um reflexo do espírito inovador da Bulgari e, portanto, naturalmente adequada a compor a identidade da Serpenti sempre voltada para o futuro.

Nos anos 50, a serpente Bulgari começou a apresentar para um estilo mais figurativo, com uma cabeça preciosa adornada com olhos de rubi, esmeralda ou diamante. Esta foi uma evolução que culminou nos anos 60, quando a libré da cobra se transformou em uma tela para experimentação criativa e suas escamas sedutoras foram articuladas com a ajuda de pedras preciosas e esmaltação colorida. Foi nestes anos inventivos que a Maison criou os primeiros relógios-joia secretos Serpenti, com mostrador oculto na cabeça.

As impressionantes combinações de cores e materiais não convencionais introduzidos naqueles anos eram características ao estilo lendário da Bulgari. A esmaltação e pedras preciosas magistralmente aplicados à mão, bem como as escamas tubulares flexíveis, conectadas de forma inventiva a um núcleo interno, provaram que a história da Serpenti está profundamente entrelaçada à evolução da habilidade artesanal excepcional da Bulgari em joalheria.

De joias históricas às peças elegantes, ultracontemporâneas e estilizadas da linha Serpenti Viper que conhecemos hoje, o ícone permanece um emblema de transformações audaciosas – sempre pronto para revelar uma nova proposta ou assumir uma nova forma hipnótica.

Alta Joalheria & Alta Relojoaria Serpenti

Perpetuando a lenda da serpente Bulgari por meio de pedras preciosas magníficas, design icônico e artesanato altamente habilidoso, as peças em exibição incluem cinco criações de Alta Joalheria Serpenti criadas exclusivamente para o 75º aniversário.


O colar de alta joalheria Eclipse Serpenti une o fascínio do tributo da Serpenti à luz cintilante do céu noturno e o espetáculo hipnotizante de transformação da lua durante um eclipse total. O colar é acompanhado brincos e anel combinando. A peça de alta joalheria Rainforest Serpenti exala uma sensação de mistério que captura a essência da beleza encantadora da floresta tropical e convida o usuário a abraçar seu próprio poder transformador, como uma cobra mítica serpenteando por um habitat verdejante; um bracelete de Alta Joalheria completa o conjunto envolvendo majestosamente o braço, evocando a sensação da energia bruta da serpente.

O relógio de alta joalheria incorpora a herança da marca e está equipado com a excelência técnica para conquistar o Grand Prix d’Horlogerie de Genève (GPHG), o prêmio de relógios de maior prestígio do mundo. Como mestre em gemas coloridas, nas criações de Alta Joalheria a Bulgari revela o verdadeiro valor das pedras; se tornando um bom investimento cobiçado por um grupo exclusivo de pessoas.

Sobre a Bulgari

Parte do Grupo LVMH, a Bulgari foi fundada em Roma em 1884 como uma loja de joias. Conhecida como a magnífica joalheiria romana e mestra das pedras coloridas, a Bulgari estabeleceu uma reputação mundial pela excelência italiana e é conhecida por seu artesanato requintado. O sucesso internacional da empresa evoluiu para um fornecedor global e diversificado de produtos e serviços de luxo, desde joias finas e relógios de alta qualidade a acessórios e perfumes, e apresentando uma rede incomparável de boutiques e hotéis nas áreas comerciais mais exclusivas do mundo.

Demonstrado por meio de suas inúmeras parcerias filantrópicas, a Bulgari acredita profundamente em inovar o presente para um futuro sustentável por meio de seu compromisso com a Responsabilidade Social Corporativa e retribuir – à natureza e à comunidade.

Imagens relacionadas
Exposição Bulgari Serpenti 75 Years of Infinite Tales
Bulgari/ divulgação
baixar em alta resolução

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar varios serviços no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!