Segurança hídrica é fundamental para crescimento econômico, destaca Rogério Marinho

Ministro do Desenvolvimento Regional participou nesta terça-feira (1) de webinar com representantes do setor supermercadista do Rio Grande do Norte

– Levar segurança hídrica para as cidades do interior do Rio Grande do Norte vai gerar oportunidades e garantir crescimento econômico para os mais variados setores. A afirmação é do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Ele participou, nesta terça-feira (1), de um webinar com representantes do setor supermercadista do estado.

“À exceção da capital e da região metropolitana, praticamente todo o estado do Rio Grande do Norte vive num estado de emergência crítica de fornecimento de água. Isso é um fator restritivo de crescimento econômico, de crescimento social, de diminuição da pressão sobre o sistema de saúde pública, do estabelecimento de empresas na área de comércio, da indústria, de serviços”, alertou Marinho.

De acordo com Marinho, é preciso entendimento por parte do estado e das empresas de que segurança hídrica é um fator civilizatório. “É necessário que o estado compreenda que é importante ter foco no que significa mudança de verdade no estado do Rio Grande do Norte”, destacou o ministro.

Marinho ressaltou, ainda, os investimentos que vêm sendo feitos pelo Governo Federal em segurança hídrica. De acordo com o ministro, essas ações vão permitir, a médio e longo prazo, o aumento das oportunidades e da capacidade de investimentos no estado.

Entre os projetos citados pelo ministro está o Ramal do Apodi, estrutura que possibilitará a chegada das águas do ‘Velho Chico’ ao Rio Grande do Norte. Com 115,3 quilômetros de extensão, ele é o trecho final do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco e vai beneficiar 478 mil pessoas em 32 cidades potiguares, além de outras 109 mil em sete municípios da Paraíba e 170 mil em localidades do Ceará. A previsão é que os investimentos federais nas obras alcancem R$ 1,77 bilhão.

Outras ações do MDR no Rio Grande do Norte envolvem a construção das Adutoras do Piquiri e do Seridó. Ambas serão erguidas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), instituição vinculada à Pasta. A primeira terá investimentos de R$ 260,5 milhões e vai garantir a oferta de água para até 510 mil pessoas em 39 municípios potiguares. Já a segunda tem orçamento previsto em R$ 280,6 milhões, com potencial para beneficiar cerca 280 mil pessoas em 24 cidades.

Outra obra hídrica que está sendo realizada pelo MDR no Rio Grande do Norte é a Barragem de Oiticica. Orçada em R$ 657,2 milhões, a estrutura já recebeu R$ 523 milhões em repasses do Governo Federal. Quando concluída, atenderá 250 mil habitantes nas regiões do Seridó, do Vale do Açu e da Região Central do Rio Grande do Norte.

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar serviços de assessoria de imprensa no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.