Prefeitura de Foz do Iguaçu sugere que vacinação permita a entrada de viajantes no País

Em ofício enviado nessa terça-feira (12) ao ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, a Secretaria de Turismo e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu sugere que o comprovante de vacinação seja uma alternativa válida para a entrada de viajantes no País, que atualmente exige a apresentação de exame PCR negativo para covid-19.

De acordo com o secretário de Turismo e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu, Paulo Angeli, a medida poderia ampliar as possibilidades de ingresso de visitantes internacionais, com a devida segurança sanitária. “Cremos que com a disseminação da vacinação em países europeus e norte-americanos podemos aumentar nossas expectativas de retomada do mercado internacional, mesmo que seja a partir do segundo semestre de 2021”, explica.

O documento destaca que Foz do Iguaçu foi um dos destinos mais afetados com a pandemia, e que o turismo – principal atividade econômica da cidade, que responde por mais de 50% do Produto Interno Bruto (PIB) municipal – sofreu forte impacto com as medidas restritivas para o enfrentamento da pandemia.

Outro trecho do ofício ressalta que “os números da visitação em 2020 nos principais atrativos do destino (Cataratas do Iguaçu e Itaipu) são comparados ao desempenho do início do século – perto de um quarto dos mais de dois milhões que foram ao Parque Nacional do Iguaçu em 2019”.

Atualmente, a Portaria 630 do Diário Oficial da União determina que para entrar no País, brasileiros retornando ao Brasil e estrangeiros em visita de qualquer tipo devem apresentar à empresa aérea no embarque o exame PCR negativo para covid-19, realizado com 72 horas antes do embarque, e a Declaração de Saúde do Viajante. Na declaração o passageiro também precisa concordar com as medidas sanitárias vigentes no Brasil e comprometer-se a cumpri-las.

Estados Unidos, Reino Unido, Israel, China, Rússia, Itália, México, Chile e Argentina são alguns dos países que já começaram a imunizar suas populações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.