PARAGOMINAS: UMA CIDADE PROJETADA , EXEMPLO DE MODELO DE GESTÃO DE SUSTENTABILIDADE

Nos dias 24 a 26 de setembro, a cidade de Paragominas, a 300km de Belém do Pará, recebeu um grupo de jornalistas , provenientes do XXIII Congresso da Abrajet Nacional em Belém para conhecer seu potencial econômico e de negócios.
Paragominas recebeu o pequeno grupo de sete profissionais de imprensa no dia 24, entre os quais eu, numa grande festa no Espaço Cultural da cidade, com direito a orquestra municipal professor Daniel Nascimento com detalhes e arranjos do maestro Edgar Silva. Sem dúvida, o espetáculo foi algo maravilhoso. Depois de mais de cinco horas de viagem, posso dizer que a receptividade do povo de Paragominas em nos receber superou qualquer coisa. Entre os componentes da orquestra, também familiares do professor Daniel Nascimento. Os estudantes cantaram sucessos da banda paraense Calipso e grandes sucessos de Carimbó. A Assessora de Imprensa da prefeitura, Taís Fiorese recebeu o grupo com muita simpatia, além da secretária de Cultura, Aparecida Luciano e o vice prefeito Paulo Tocantins, que na ocasião foi chamado de prefeito e eu cheguei a divulgar como prefeito. Mas o motivo, é que os moradores da cidade de Paragominas consideram que a cidade tem dois prefeitos, o prefeito mesmo que é o Adnan Demachki que na ocasião não pôde estar presente e o vice-prefeito Paulinho Tocantins, ambos trabalham em sintonia total, todos querem o melhor para Paragominas, e conquistaram isso, única cidade no país a ter dois prefeitos.
Além da orquestra foram feitas várias apresentações culturais entre balé, dança, capoeira, etc apresentada por crianças e jovens da comunidade das ações sociais. Entre os presentes na solenidade de recepção para os jornalistas , o secretário especial de Estado do Pará, Sidney Rosa, também ex prefeito de Paragominas. Na ocasião foi apresentado um vídeo institucional sobre o município verde, onde o vice prefeito Paulo Tocantins contou um pouco da história do município que já esteve na lista negra dos municípios que mais praticaram o desmatamento e hoje comemora como município Verde , sendo modelo exemplo para todo o país, na questão de sustentabilidade e progresso, apesar dos seus 45 anos de vida. O modelo de gestão da Cidade, vem sendo copiado por 89 cidades do Pará, além de outras no país. O evento foi encerrado com um coquetel oferecido aos jornalistas convidados que também receberam um kit com o inventário turístico da cidade.

UM POUCO SOBRE PARAGOMINAS
O Município surgiu na década de 1960. Situa-se a cerca de 300 km da capital do estado, Belém e conta com 100 mil habitantes. Foi fundado pelo mineiro Célio Rezende de Miranda e seus sócios Eliel Faustino e Manoel Alves, ambos goianos. Ao sobrevoar o estado do Pará, no intuito de povoar as margens da Belém-Brasília, construída pelo presidente Juscelino, Célio escolheu o local situado entre os rios Capim e Gurupi para implantar a nova cidade. Sua Emancipação Política ocorreu em 23 de janeiro de 1965. O nome do Município é decorrente do fato de as terras serem paraenses, os investimentos mineiros e a colonização goiana. Muitos pioneiros continuam residindo no lugar, colaborando com o crescimento do mesmo em todos os aspectos.
O primeiro segmento econômico foi a pecuária com gado que vinha de Minas Gerais, Goiás, Bahia e outros estados. Sempre existiu a agricultura de subsistência. A partir da necessidade da formação de pastagens, com enorme volume de árvores para serem aproveitadas, vieram muitos capixabas com know how em indústria madeireira. Do sul vieram também muitos gaúchos, catarinenses e paranaenses a convite do atual prefeito Adnan Demachki para desenvolver a agricultura comercial. Com a presença da mineradora Vale na cidade, que hoje pertence à norueguesa Norsk Hydro, grande número de pessoas de vários estados brasileiros afluíram para o Município em busca, principalmente de trabalho.
Paragominas é formada por brasileiros de todos os estados da Federação manifestando grande riqueza cultural e povo trabalhador.Paragominas é uma cidade agradável, cheia de praças, um lugar sem pedintes na rua, sem pedintes na casa do prefeito ou na porta da prefeitura. Uma cidade diferente, onde o povo tem conscientização da importância de preservar e cuidar do que é seu. O povo alegre , simpático, prestativo. Com alguns hotéis, como por exemplo o mais novo, o hotel Regente, que tem um ano na cidade, já aposta no turismo de negócios e eventos, ressalta o diretor Paulo Acatauassú Freire.

*Esta jornalista e blogueira viajou a convite da gerente de Comunicação da Paratur, Benigna Soares

*Em Paragominas fui hóspede do hotel Regente

*Agradecimentos: a Benigna Soares da Paratur, ao prefeito de Paragominas Adnam e ao vice prefeito Paulo,a simpatia e competência da assessora de Imprensa da prefeitura, Taís Fiorese,e a todos que ajudaram a promover esta viagem.

*Recomento a viagem a Paragominas, para aqueles que investem na pecuária, na produção mineral, no setor moveleiro, na agropecuária e no reflorestamento, e aqueles que querem se aventurar a procura de novas oportunidades.

Para mais informações consulte www.paragominas.pa.gov.br
www.bl

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.