Padrão internacional de hostel chega à Tríplice Fronteira

Com a proposta de apresentar um novo padrão de hostel para a cidade, e em busca de um novo público, o Concept Design Hostel
é o primeiro hostel design da região, e tem na sua essência
outros três conceitos: o da energia das cores, o da arquitetura ecossustentável e o da alimentação saudável, com fortes tendências a alimentos naturais, funcionais e orgânicos
Antenada com as últimas tendências de hospedagem no mundo e com o novo conceito
de “albergue moderno”, que estourou na Europa nos últimos cinco anos, a jornalista Cyntia
Braga, está inaugurando em Foz do Iguaçu, no Paraná, o primeiro hostel design da região.
Segundo ela, o projeto vem sendo idealizado desde maio de 2012, quando ela se viu inspirada em estabelecimentos dessa categoria em suas viagens por Madri e Lisboa. Foram muitos meses de pesquisa, estudos e projeções, até ser dado o
start na obra de reforma, no dia 4 de março deste ano, na casa adquirida para ser o hostel.
 
 
 
A valorização do design em todo o projeto (ambientes mais espaçosos, aconchegantes e
bem decorados) e a alta qualidade dos itens que todo hóspede mais deseja, como cama,
colchões e lençóis, por exemplo, são pontos altos do empreendimento. Os colchões são de
molas ensacadas em todas as camas, inclusive nos quartos coletivos, e os lençóis da linha de
hotelaria profissional, usados nos hotéis padrão 4 estrelas.
O espaço para a troca de experiências, o convívio e o “fazer amizades”, que está no DNA
de todo hostel, foi muito bem preservado e pensado dentro do Concept. São três ambientes
desenhados especialmente para essa finalidade: a sala de TV e leitura, com filmes e livros à
disposição; a ampla cozinha gourmet, equipada para que o hóspede e seus novos amigos
prepararem suas refeições, e o lounge do bar e piscina, onde todos terão à disposição
drinks e petiscos no seu happy hour, antes de sair para conhecer a noite da região trinacional.
“Esse é o único empreendimento na Tríplice Fronteira que se assemelha ao padrão
mundial de hostels design”, afirma a proprietária. “Foz do Iguaçu terá, a partir de agora, uma
nova categoria de hostel; uma categoria reconhecida internacionalmente e muito requisitada
por turistas estrangeiros. Além disso, também é o único a oferecer os outros diferenciais de
qualidade: os itens ecossustentáveis, a alimentação especial e a energia das cores: cada quarto tem uma cor e uma energia diferente”, assegura a jornalista, que realizou ampla e profunda pesquisa sobre o setor em Foz do Iguaçu, nas cidades vizinhas de fronteira, no Paraná e vários outros estados