O espetáculo natalino a Festa de Reis começa nesta sexta-feira (13) em Gravatá


Cidade do Agreste pernambucano recebe projeto natalino com coreografias aéreas e de solo, projeções e efeitos especiais
A cidade de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, recebe um espetáculo grandioso do renomado artista italiano Valerio Festi. A produção teatral “A Festa de Reis” estreia no dia 13 de dezembro, às 19h30, no Pátio Chucre Mussa Zarzar, e depois continua nos dias nos dias 14, 15, 20 e 21, sempre com entrada gratuita. Composta por artistas brasileiros e italianos, entre acrobatas, bailarinos e atores, o projeto tem como fio condutor a tradição do reisado. O espetáculo, criado pelo artista Valerio Festi, continua a trilogia iniciada no Natal de 2011 quando realizou na cidade o espetáculo “Sonhos da Pastorinha Diana” e, depois, em 2012, deu sequência com a produção “A Luz do Mundo”. Há 35 anos, a empresa cria e produz eventos monumentais em mais de 200 cidades do mundo.
O Natal de Gravatá é uma iniciativa do Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur-PE) e Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), e conta com o apoio da Prefeitura de Gravatá e patrocínio do Itaú e Eletro Shopping, além de incentivo da Lei Rouanet pelo Ministério da Cultura. O evento espera receber este ano aproximadamente 120 mil pessoas em cinco apresentações.
Em “A Festa de Reis”, o artista Valerio Festi e a dramaturga Monica Maimone criaram um espetáculo grandioso que narra o nascimento de uma festa que encantou o coração dos nordestinos: O Reisado. Esta manifestação cultural recheada de histórias sacras e profanas, de canto e de dança, de gregas douradas, espelhinhos e fitas, conserva uma essência marcante, atrelada à viagem dos Reis Magos.

O ponto de partida é uma casa de família de colonos portugueses, que se reúne para celebrar o Natal no ano de 1888. Este é um período rico de acontecimentos marcantes na história do Brasil: desde a abolição da escravatura à declaração da independência. Os protagonistas são o pai, a mãe e as crianças, além dos convidados, que contarão histórias sobre a celebração de festas pelo mundo. Aos poucos, nesta atmosfera de contos e lendas, surge a necessidade de levá-la porta a porta e assim nasce o Reisado.
“Esta “trilogia” que colocamos em cena em Gravatá, na nossa opinião, é exemplar, pela sua capacidade de surpreender, divertir, encantar, deslumbrar, e ao mesmo tempo descobrir e aprofundar as tradições, fazendo assim com que elas revivam e marquem o público”, comenta Valerio Festi.
Valerio Festi e sua equipe prepararam um belo espetáculo em 360°, com uma infraestrutura que inclui: um palco fixo e outros diversos móveis, grandes máquinas cênicas que circularão entre o público, bacias com 1,2 mil m³ de água para performances aquáticas e telas para projeções em vídeo. A coreografia vertical é do francês Phillipe Riou, que preparou inovadoras performances acrobáticas de rapel, enquanto a italiana Elisa Barucchieri preparou as aéreas. Em um dos números flutuará sobre um piano.
Com uma ocupação hoteleira anual de 65%, nos finais de semana do evento a cidade atinge os 90%. Em suas duas primeiras edições, o espetáculo atraiu 280 mil pessoas e gerou R$ 18 milhões de receita turística. “O Natal de Gravatá evoluiu bastante. Podemos considerar hoje um produto em consolidação. Estamos na terceira edição do espetáculo e já conseguimos atrair um público que até então frequentava apenas as praias pernambucanas no verão. Com o projeto, incentivamos a visita ao Agreste e estimulamos o turismo cultural”, avalia o secretário de Turismo de Pernambuco, Alberto Feitosa.
Trabalho social
Dos bailarinos participantes do espetáculo, uma parcela é composta de artistas locais, selecionados através de um casting realizado pelo Studio Festi na cidade – são 15 integrantes do Grupo Reisado Imperial, 32 bailarinos pernambucanos selecionados pela coreógrafa Elisa Barrucchieri, além de oito acrobatas locais. Esse trabalho social tem apoio da ONG G.A.M.R, de Gravatá e vem preparando os artistas através de workshops realizados na cidade.
Sobre o evento
A cidade pernambucana de Gravatá recebe pelo terceiro ano consecutivo uma montagem monumental do Studio Festi – são grandes estruturas com palcos fixos e móveis, máquinas cênicas circulando pelo público, bacias gigantes de água para performances aquáticas e projeções. Situado a 80 km de Recife, o município é muito procurado no inverno, em virtude do seu clima ameno.

Os eventos do Studio Festi são fruto de uma experiência artística sem paralelo no mundo.  Munidos de uma sólida formação histórica e artística, o estúdio tem a capacidade única de interpretar, vivenciar e homenagear as diferentes culturas de cada país. Entre outros feitos, Valerio Festi assinou a abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno em Turim; o Campeonato Mundial de Natação, em Roma; a cerimônia de chegada da tocha Olímpica em Macau, na China; e a entrada do solstício de verão em São Petersburgo, na Rússia.

No Brasil, sua arte já ganhou projeção com o “Ensaio Sobre a Beleza”, espetáculo que, em outubro de 2011, abriu oficialmente o Momento Itália-Brasil, no Rio de Janeiro. Valerio também criou – em 2011 e 2012 – a “Galeria de Luz” para o Natal de Curitiba, composta por 50 mil lâmpadas e com mais de 350 metros de extensão, montada na histórica rua XV de Novembro.

Sobre Valerio Festi
A linguagem estética do diretor criativo Valerio Festi, que há 35 anos cria eventos culturais monumentais mundo afora, é referência no mercado internacional de arte e entretenimento. Entre outros feitos, o artista italiano assinou a iluminação natalina das Galerias Lafayette em Paris, a abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno em Turim, o Campeonato Mundial de Natação em Roma, a chegada da tocha Olímpica em Macau, a entrada do solstício de verão em São Petersburgo e a realização de um desfile de moda da grife Fendi, na Muralha da China, em Pequim.  Durante os anos 70, quando os artistas de teatro buscavam formas inovadoras de expressão para escapar do provincianismo dominante na Europa, Valerio Festi elegeu a praça como seu palco. Nascido em Bolonha, ele estudou Ciência do Entretenimento na Universidade de Bolonha, fez experiências com novas formas de comunicação teatral, concebidas para envolver e emocionar o público. Remontando à poética e tradição renascentista e barroca, conjuga em seus trabalhos fantasia visionária e pesquisa teórica. Por meio do impacto de sua obra, os espetáculos adquirem um tom imperativo do ponto de vista estético. Seus eventos épicos para grandes massas, quase sempre a céu aberto, já foram encenados em mais de 200 cidades, entre as quais Paris, Moscou, Madri, Tóquio, Hong Kong, Praga, Reykjavík, Houston, Milão, Bogotá, Pequim, Lisboa, Bilbao, Sidney, Toronto e Turim. A arte de Valerio Festi é realizar projetos ao ar livre para ocasiões festivas e comemorativas. Espetáculos, arquiteturas de luz, concertos de fogos de artifício sincronizados com música, criação de fantásticas máquinas cênicas são algumas de suas marcas registradas. 
FICHA TÉCNICA:
Diretor Artístico: Valerio Festi
Dramaturgia: Monica Maimone
Diretor Geral: Sandro Tranchina
Diretor de criação: Roberto Rebaudengo
Coreografias aéreas: Elisa Barucchieri
Coreografias em vertical (rapel): Philippe Riou
Coreografias de palco: Elisa Barucchieri com Wanderson José
Cenografias: Roberto Rebaudengo
Figurinista: Nilson Lourenço
Iluminador: Jathyles Miranda
Diretora de Projeto: Manuela Derks Fanucchi
Produção Executiva: Alessandra Rossetti
Assistente da Direção: Naní Maimone
Direção dos Artistas: Serena Martucci
Revisão de texto: Maria Cristina de França Rocha
Vídeo produção :  Jonatas Marques com Ricardo Lima
Diretor Técnico: Daniele Cappelletti com Gabriele Dall’Osto
Técnicos de cena: Gabriele Dall’Osto, Danilo Piccioni, Damiano Fiorella, Claudio Sberna, Francesco Panelli, Giacomo Malvezzi, Olmo Verderio
Acrobacias aquáticas: Maria Agatiello e  Ada Ossola
Dança com o fogo: Louisa Bouleviar e Thierry Kruchten
Artistas locais: Grupo Reisado Imperial – 15 integrantes; 32 bailarinos pernambucanos selecionados pela coreografa Elisa Barucchieri; 8 acrobatas pernambucanos;
Gráfica: Marco Maccecchini com Fabrizio Tessitore e Ricardo Lima
Edição de som e texto: Muzak Studio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.