Museu do Relógio faz retrospectiva de fim de ano


Para celebrar a aquisição de mais de 20 novos modelos, Museu do Relógio Professor Dimas de Melo Pimenta dá início à sua 41ª retrospectiva anual aberto ao público e com visitas de grupos escolares
A partir do dia 18 de novembro –  até 2 de dezembro –  o Museu do Relógio Professor Dimas de Melo Pimenta dará início à 41ª edição da sua Retrospectiva anual. Neste período, o Museu abre suas portas para mostrar os mais de 20 modelos de relógios incorporados ao acervo durante o ano de 2013.
Os equipamentos recém-adquiridos agregam ainda mais valor à coleção, que teve início em 1950. O Museu conta hoje com mais de 800 relógios de diversas épocas, que ajudam a ilustrar a história da contagem do tempo desde a sua invenção, como o Relógio de Sol, que foi produzido por volta de 5.000 a 3.500 a. C .
Mais três relógios solares foram adquiridos este ano, todos modelos europeus e de fabricação recente. Entre eles está Box Sundial and Compass, que é uma réplica do modelo original de 1750.
Entre as peças obtidas recentemente, os visitantes poderão conferir o Relógio de parede Alemão, datado do século XVIII, um exemplar raro e bastante valioso, capaz de sinalizar, por meio de som de badaladas, cada hora e meias horas.
Porém a grande estrela desta retrospectiva é o curioso Relógio de Corridas de Pombos, modelo suíço fabricado entre as décadas de 1950 e 1960, extremamente preciso e confiável, usado para registrar o tempo que um pombo leva para percorrer o caminho entre um determinado ponto e seu ninho em competições.
Cultura nas escolas
Com o objetivo de proporcionar passeios culturais às crianças em idade escolar, e ajudar a agregar conhecimento sobre o tempo e as horas, o Museu do Relógio convidou para o período da Retrospectiva escolas da região que visitarão o acervo em grupos monitorados.
Para Dimas de Melo Pimenta II, responsável pelo Museu e filho do fundador que dá nome à coleção, as crianças são curiosas por natureza e a interação com peças de diversas épocas pode ajudar no aprendizado da leitura das horas. “As peças mais antigas ajudam ainda a ilustrar períodos históricos que as crianças aprendem na escola e, desta forma, contribuem para o aprendizado”, afirma.
O Museu do Relógio Professor Dimas de Melo Pimenta é o único do gênero na América Latina e existe desde 1975, instalado dentro da indústria Dimep, na Vila Leopoldina, em São Paulo. O Museu é aberto à visitação do público geral, por meio de agendamento prévio e as visitas podem ser acompanhadas por um historiador, capacitado para fornecer detalhes sobre as peças e a importância de cada uma delas.
Museu do Relógio Prof. Dimas de Melo Pimenta
De 18 de novembro a 2 de dezembro de 2013
2ª a 6ª das 10h às 18h.
Sábados e Domingos, 10h às 17h
Avenida Mofarrej, 840 – Vila Leopoldina – São Paulo, SP
F. (11) 3646-4000

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.