MSC Cruzeiros programa a temporada 2020/2021 no Brasil para começar em 16 de janeiro

• O protocolo de saúde e segurança líder da indústria da Companhia continua sendo analisado pelas autoridades brasileiras competentes

• Após o reinício em agosto no Mediterrâneo, onde sua operação continua em andamento, a MSC Cruzeiros recebeu esta semana uma certificação importante no Japão que abre caminho para o reinício também naquele mercado

A MSC Cruzeiros programou uma nova data para iniciar a sua temporada de cruzeiros no Brasil, enquanto aguarda a aprovação do seu protocolo global de saúde e segurança líder da indústria, por parte das autoridades locais, para permitir a retomada de suas operações. A companhia de cruzeiros pretende reiniciar no dia 16 de janeiro de 2021, visto que a Empresa necessita de um prazo mínimo, a partir do dia da aprovação final pelas autoridades, para organizar toda a operação, como logística, mobilização, testes e embarque dos tripulantes e abastecimento de provisões, além da implementação detalhada de seu robusto protocolo de saúde e segurança.

Adrian Ursilli, Diretor Geral da MSC Cruzeiros no Brasil, disse “Estamos desapontados por termos que programar uma nova data para a nossa temporada de cruzeiros no Brasil. Continuamos a trabalhar de forma construtiva com as autoridades para que possamos oferecer uma opção de férias segura e responsável para os brasileiros, após este momento desafiador para todos. É dessa mesma forma que temos realizado cruzeiros para mais de 30.000 clientes no Mediterrâneo, desde meados de agosto, onde a nossa operação continua em andamento, pois nosso protocolo de saúde e segurança demonstrou que pode proteger efetivamente os hóspedes, a tripulação e as comunidades que os navios visitam.

“Nenhuma empresa de cruzeiros é tão comprometida com o Brasil e a América do Sul quanto a MSC Cruzeiros. Por esse motivo e como medida adicional de proteção, nosso plano para esta temporada é receber apenas hóspedes brasileiros a bordo de nossos navios.

“Nosso protocolo líder da indústria, bem como dados coletados por meio da operação de nossos dois navios que navegaram por vários meses no Mediterrâneo, estão atualmente sendo analisados no Brasil e por muitas autoridades em outras partes do mundo onde nossos outros navios estão programados para reiniciar a operação.

“Estamos confiantes de que em breve receberemos a aprovação para reiniciar uma navegação segura no Japão em 2021, um país onde a indústria de cruzeiros estava no centro das atenções no início da pandemia e onde nesta semana recebemos uma certificação importante que abre caminho para o nosso reinício por lá em breve.

“Este é um longo caminho para demonstrar a confiança que temos sido capazes de construir com as medidas eficazes do protocolo e sua aplicação rigorosa para o benefício dos hóspedes, da tripulação e das comunidades que visitamos e estamos confiantes de que receberemos todas as aprovações para reiniciar os cruzeiros no Brasil em 16 de janeiro.

“Muitas atividades do turismo já foram reiniciadas no Brasil. Nosso abrangente protocolo de saúde e segurança é único e não está disponível em nenhum outro setor de viagens e turismo. ”

A programação proposta pela Companhia prevê o MSC Seaview e o MSC Preziosa navegando na região apenas com hóspedes brasileiros a bordo, partindo de Santos e Rio de Janeiro.

A MSC Cruzeiros também confirmou a temporada 2021/2022 na América do Sul, que contará com quatro modernos navios com embarques no Brasil, além de um quinto navio no continente com embarques na Argentina.

MSC Seaside, o MSC Preziosa, o MSC Splendida e o MSC Sinfonia estão todos programados para estarem baseados no Brasil, e o MSC Orchestra em Buenos Aires.

As vendas para a temporada 2021/2022 estão abertas e os hóspedes podem fazer suas reservas pelo site da Companhia – www.msccruzeiros.com.br, Central de Reservas – 4003-1058 – e agências de viagens parceiras.

Adicionalmente, para a temporada 2021/2022, a MSC Cruzeiros está com a promoção Segundo hóspede grátis, com upgrade de cabine.

Todos os hóspedes que tiveram suas reservas afetadas pelas mudanças na temporada 2020/2021 na América do Sul são elegíveis para compensação que vai além dos níveis definidos pelas autoridades brasileiras para o setor de turismo:

•         Os hóspedes receberão uma carta de crédito para um futuro cruzeiro no valor total da reserva originalmente paga

•         A carta de crédito pode ser usada em qualquer cruzeiro futuro com a MSC Cruzeiros até 30 de abril de 2022

•         Adicionalmente, iremos conceder um crédito a bordo para ser utilizado em um próximo cruzeiro, sendo:

– EUR/USD 100 por cabine, para cruzeiros com até 6 noites (EUR/USD 50 no caso de cabine single)
– EUR/USD 200 por cabine, para cruzeiros de 7 ou mais noites (EUR/USD 100 no caso de cabine single)

•         O crédito a bordo será reembolsável

FIM

Notas para editores

Protocolo de saúde e segurança da MSC Cruzeiros

A MSC Cruzeiros, em meados de agosto, se tornou a primeira grande companhia de cruzeiros a retomar a navegação após a paralisação global da indústria em março, causada pela pandemia em terra.

MSC Grandiosa, o mais novo navio da empresa, partiu no domingo, 16 de agosto, de Gênova, na Itália, com hóspedes a bordo para a primeira de suas viagens de 7 noites no Mediterrâneo Ocidental.

Isso foi possível após a aprovação das autoridades competentes na Itália, Malta e Grécia do protocolo de saúde e segurança líder da indústria, projetado para proteger o bem-estar de todos os hóspedes, tripulantes e comunidades a serem visitadas.

Este protocolo, que foi projetado desde o início para se adaptar a situação de saúde oscilante em terra, foi recentemente reforçado em linha com a atual evolução da pandemia no continente europeu, com uma série de medidas rigorosas aprimoradas.

As medidas adicionais incluem:

•         Teste adicional de antígeno para COVID-19 a bordo para todos os hóspedes no meio do cruzeiro, além da testagem universal pré-embarque existente para todos os hóspedes;

•         A frequência dos testes de toda a tripulação durante o seu tempo a bordo aumentou de duas vezes por mês para semanalmente, que é adicional aos testes pré-embarque para toda a tripulação e outras medidas de monitoramento de saúde contínuas;

•         Aumento da frequência da higienização a bordo, em particular de áreas públicas e pontos tocados com frequência;

•         Estreitamento da definição de contato próximo para fins de rastreamento, reduzindo o tempo que os indivíduos ficam em contato de 15 minutos para 10 minutos.

O protocolo MSC Cruzeiros é baseado em nove pilares, muitos dos quais foram adotados por outras empresas de cruzeiros, a Cruise Lines Industry Association (CLIA) e companhias aéreas internacionais e aeroportos.

1.       Teste para COVID-19 em todos os hóspedes pelo menos duas vezes por viagem;

2.       Teste para COVID-19 em toda a tripulação pelo menos três vezes antes do embarque e semanalmente a bordo;

3.       Apenas excursões em terra protegidas, como “bolhas sociais” organizadas;

4.       Ventilação HVAC com ar fresco;

5.       Resposta de contingência que não sobrecarrega a infraestrutura de saúde locais;

6.       Espaço de isolamento a bordo e rastreamento, incluindo contatos próximos;

7.       Uso de máscaras;

8.       Distanciamento físico – auxiliado pela capacidade reduzida do navio;

9.       Monitoramento contínuo da prevalência da COVID-19.

O protocolo da MSC Cruzeiros com suas medidas recentemente implementadas continua a ser gerenciado por uma força-tarefa multifuncional composta por especialistas internos nas áreas de serviços médicos, saúde pública e sanitização, serviços de hotelaria, aquecimento e ventilação, ar condicionado, sistemas de engenharia a bordo, tecnologia da informação e logística.

A MSC Cruzeiros também contratou a consultoria especializada de renome mundial Aspen Medical para auxiliar no desenvolvimento inicial do protocolo e dos procedimentos da empresa e a companhia continua a trabalhar em estreita colaboração com seu Grupo Blue-Ribbon de Especialista em COVID-19 para apoiar seu trabalho em continuamente. O grupo inclui:

•         Professor Christakis Hadjichristodoulou, Professor de Higiene e Epidemiologia, da Faculdade de Medicina e Vice-presidente, Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade de Tessália, na Grécia;

•         Professor Stephan J. Harbarth, Epidemiologista Hospitalar, Especialista em Doenças Infecciosas e Chefe do Programa de Gestão Antimicrobiana nos Hospitais da Universidade de Genebra e Faculdade de Medicina;

•         Doutor Ian Norton, Médico Especialista em Emergência, com pós-graduação em Cirurgia, Saúde Internacional e Medicina Tropical, atualmente diretor da Respond Global, anteriormente chefe do programa de Iniciativa da Equipe Médica de Emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS), de 2014 até janeiro de 2020.

O protocolo abrangente de saúde e segurança da MSC Cruzeiros, líder do setor, oferece:

•         Triagem universal de saúde dos hóspedes antes do embarque, que compreende três etapas abrangentes: verificação da temperatura, questionário de saúde e até dois testes para COVID-19 (de antígeno e PCR, se necessário) antes do embarque. Para os membros da tripulação, isso inclui: um primeiro teste no país de origem; um segundo teste ao chegar no porto; um terceiro e decisivo teste após um período de isolamento obrigatório antes de se juntar ao restante da tripulação.

•         Medidas elevadas de higienização e limpeza, apoiadas pela introdução de novos métodos de limpeza com o uso de produtos desinfetantes de nível hospitalar.

•         Distanciamento social possibilitado, entre outras medidas, pela redução da capacidade geral de hóspedes a bordo, permitindo mais espaço nas áreas públicas do navio (aproximadamente 10m² por pessoa, baseado na capacidade máxima de 70% permitida a bordo do MSC Grandiosa).

•         Instalações e serviços médicos aprimorados, com um número maior de profissionais altamente qualificados e treinados e equipamento necessário para testar, avaliar e tratar pacientes com suspeita de COVID-19, com a disponibilidade de tratamento gratuito, 24 horas por dia e sete dias por semana, no Centro Médico a bordo para qualquer hóspede com sintomas. Cabines dedicadas para isolamento também estão disponíveis para permitir o isolamento de qualquer caso suspeito e contatos próximos.

•         Monitoramento contínuo da saúde durante o cruzeiro. Os hóspedes e tripulantes têm sua temperatura verificada diariamente quando voltam de terra ou em estações dedicadas pelo navio para monitorar o estado de saúde de cada hóspede e membro da tripulação. Além disso, as medidas agora incluem testagem na metade do cruzeiro para os hóspedes e semanalmente para a tripulação durante sua estadia a bordo.

•         Visitas em terra protegidas: os hóspedes só desembarcam como parte das excursões organizadas da MSC Cruzeiros em uma “bolha social”, que mantém os mesmos altos padrões de medidas de saúde e segurança que eles experimentam a bordo. Isso garante, por exemplo, que os transfers sejam devidamente higienizados e que haja espaço adequado. Os guias turísticos e os motoristas também passam por triagem de saúde, incluindo testes, e usam EPIs adequados.

•         Um plano de resposta de contingência que será ativado se um caso suspeito for identificado, em estreita cooperação com as autoridades nacionais de saúde. O caso suspeito e os contatos próximos seguirão medidas de isolamento e são desembarcados de acordo com as regulamentações locais e nacionais.

Sobre a MSC Cruzeiros

A MSC Cruzeiros é a marca líder na Europa, América do Sul, região do Golfo e África do Sul, com maior participação de mercado, além de capacidade implementada do que qualquer outra companhia. É também a marca global de cruzeiros que cresce mais rápido, com forte presença também nos mercados do Caribe, América do Norte e Extremo Oriente.

Com sede em Genebra, na Suíça, a MSC Cruzeiros faz parte do Grupo MSC, o conglomerado privado líder em transporte marítimo e logística, com base na Suíça, e mais de 300 anos de herança marítima. A MSC Cruzeiros – a marca atual – possui uma frota moderna de 17 navios combinada com um futuro portfólio de investimento global considerável de novos navios. A frota está projetada para aumentar para 23 navios de cruzeiro até 2024, com opções para mais pedidos de novos de navios em vigor até 2027.

A MSC Cruzeiros oferece aos seus hóspedes uma experiência de cruzeiro enriquecedora, envolvente e segura inspirada na herança europeia da empresa, onde podem desfrutar de gastronomia internacional, entretenimento de classe mundial, programas premiados para famílias e a mais recente tecnologia de fácil utilização a bordo.

A prioridade número um da Empresa sempre foi a saúde e segurança de seus hóspedes e tripulantes, bem como das comunidades nos destinos que seus navios visitam. Em agosto de 2020, a MSC Cruzeiros implementou um novo protocolo abrangente e robusto de saúde e segurança para se tornar a primeira grande companhia a retornar ao mar.

A MSC Cruzeiros está há muito tempo comprometida com a gestão ambiental com uma meta de longo prazo de atingir zero emissões em suas operações. A Empresa também é uma investidora significativa em tecnologias ambientais marítimas da nova geração, com o objetivo de apoiar seu desenvolvimento acelerado e disponibilidade em toda a indústria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.