Celebre o dia nacional do café com receita do Expresso Martini do Hotel Botanique

Dia 24 de maio, próximo domingo, prepare um drink feito com café, receita exclusiva do Hotel Botanique e celebre a data com estilo

Café é assunto levado a sério no Hotel Botanique, na Mantiqueira, entre os municípios de Campos do Jordão, Sao Bento do Sapucaí e Santo Antonio do Pinhal – tanto que o hotel desenvolve seu próprio blend. Para garantir a qualidade na hora de servir um café, o hotel adquiriu a Ferrari das máquinas de café – a Marzocco, que resulta em expressos bem tirados, cheios de sabor e aromas.

Na carta de drinks, não poderia faltar uma versão em homenagem ao café – o Expresso Martini –  e cuja receita o Botanique compartilha e sugere para comemorar o Dia Nacional do Café no próximo 24 de maio. 

Confira aqui como fazer : 

Ingredientes: 

50 ml. Vodka

20 ml. De licor de café

30 ml. De café expresso

10 ml. De xarope de açucar

Usar taça martini de 50 ml

Modo de preparar:

Adicionar todos os ingredientes na coqueteleira e bater vigorosamente com gelo

Isso é importante para formar a espuma cremosa como na foto ilustrativa

Mais sobre a curadoria que o Botanique dedicou ao tema café:

O hotel dedicou centenas de horas ao estudo e escolha de parceiros, máquinas e processo. A curadoria, de Leo Moço, gerou blends especiais baseados nos cafés da região (Paraisópolis e Fazenda Sta. Terezinha, o café com a nota mais alta do cup of excellence, 95.5). O café da manhã é comprado em sacas, verde, e é torrado toda semana e moído todo dia antes de ser coado ou processado pela Marzocco, a  Ferrari das máquinas espresso  ( produzida em Florença, o Brasil ainda não as produz).

Sobre o Hotel Botanique

Genuíno empreendimento pós-luxo na Serra da Mantiqueira, cravado no Triângulo da Serra, que inclui os municípios de Campos do Jordão, São Bento do Sapucaí e Santo Antonio do Pinhal, é cercado de mu verde, com cenários de tirar o fôlego, bosques e jardins luxuriantes, e um staff atuando com muita eficiência, para que a jornada do hóspede seja perfeita.  Spa d’água , com tratamentos corporais e faciais e terapias autorais, que só existem ali. Aliás, orgulho da casa, e ocupando 900m², o Spa dispõe de menu de massagens com versões brasileiras e autênticas de tratamentos corporais, alguns originados dos indígenas ou afro-brasileiros.

Na gastronomia, o foraging (cozinha do campo para a mesa) é levado a sério no restaurante Mina, comandado pelo Chef Gabriel Broide e traz receitas que utilizam ingredientes colhidos no dia, das 350 caixas de hortas que circundam o hotel. O mesmo conceito se aplica na carta de drinks, com especialidades trazidas do campo para as taças do Botanique, com a possibilidade de o hóspede acrescentar ao seu gin  botânicos de sua preferência.

Não bastasse tudo isso, ainda há uma biblioteca com títulos selecionados por Cassiano Elek Machado, e uma sala de cinema a dois, que você pode reservar para assistir à uma seleção cuidadosamente montada pelo crítico Inácio Araujo.  Blend de café próprio, curadoria de águas da região, móveis de artistas e designers brasileiros e um bom gosto espalhando beleza e harmonia por todos os cantos – dos salões, aos apartamentos, villas e suítes, ao restaurante, bar e  spa,  são festa para os olhos e harmonia para o espírito. Tudo isso, criteriosamente inserido dentro do conceito pós-luxo que ancora toda a criação e operação do hotel, e que foi idealizado pela sócia Fernanda Ralston Semler para expressar o que é luxo com propósito e razão de ser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.