Azul registra EBITDA ajustado de R$129,7 milhões; segundo trimestre consecutivo de EBITDA positivo

Azul S.A., “Azul” (B3:AZUL4, NYSE:AZUL), a maior companhia aérea do Brasil em número de destinos e cidades atendidas, anuncia hoje seus resultados do primeiro trimestre de 2021 (“1T21”). As informações financeiras apresentadas a seguir, exceto onde indicado, estão em reais e de acordo com as normas contábeis IFRS (International Financial Reporting Standards), incluindo a norma IFRS 16.

Destaques Financeiros e Operacional

• No primeiro trimestre, o EBITDA ajustado totalizou R$129,7 milhões, com uma margem de 7,1%. Este é o segundo trimestre consecutivo de EBITDA positivo.

• O ASK doméstico aumentou 8,9% comparado ao 1T19 e 15,7% comparado ao 4T20. A conectividade da malha da Azul, combinada com a flexibilidade da frota e forte demanda nos nossos mercados permitiu uma recuperação acima de 100% da nossa capacidade doméstica comparada ao mesmo período de 2019, uma das poucas companhias aéreas do mundo a atingir este nível.

• A receita operacional totalizou R$1,8 bilhão no 1T21, um aumento de 2,4% na comparação com o 4T20.

• A Azul Cargo registrou um crescimento de 62,8% na receita líquida comparado ao mesmo período no ano passado, devido principalmente à nossa malha única e nossas variadas opções de serviços em logística.

• Despesas operacionais reduziram 22,4% ou R$589,2 milhões ano contra ano, especialmente devido a redução da capacidade e iniciativas de redução de custos implementadas desde o ano passado para que a Azul se torne uma companhia aérea mais eficiente após a crise.

• CASK no 1T21 atingiu 28,5 centavos, uma redução de 4,7% trimestre contra trimestre. Ajustado por combustível e variação cambial, o CASK reduziu 10,2%, demonstrando a alavancagem operacional disponível para a Azul à medida que recuperamos nossa capacidade.

• A liquidez imediata, incluindo caixa e equivalentes de caixa, investimentos de curto prazo e recebíveis, foi R$3,3 bilhões no trimestre, ou R$3,8 bilhões incluindo nossa opção já negociada para aumentar nossas debentures conversíveis. Durante o trimestre, a Azul teve R$552 milhões em entradas de caixa deduzidas de despesas operacionais, compensadas por pagamentos de postergações a fornecedores e arrendadores, desalavancagem e investimentos para a retomada.

• Liquidez total, incluindo investimentos de longo prazo e recebíveis, reserva de manutenção e depósitos permaneceu robusta em R$6,3 bilhões, um aumento de 10,9% comparado com o 1T20.

• O Brasil claramente foi impactado pela segunda onda da pandemia do COVID-19, mas continuamos vendo progresso no esforço de vacinação, com mais de 50 milhões de doses aplicadas. Diversos Estados e Municípios estão reduzindo suas medidas de restrição, o que já afetou positivamente as recentes tendências de reservas. Somente nos últimos quatro meses, o volume de reservas aumentou mais de 40% e esperamos que essa tendência acelere com o avanço da vacinação.

Sobre a Azul
A Azul S.A. (B3: AZUL4, NYSE: AZUL) é a maior companhia aérea do Brasil em número de voos e cidades atendidas, tendo aproximadamente 700 voos diários para mais de 110 destinos. Com uma frota operacional em torno de 140 aeronaves e mais de 9.500 funcionários, a Companhia possui 203 rotas em 31 de dezembro de 2020. Em 2019, a Azul conquistou o prêmio de melhor companhia aérea da América Latina pelo TripAdvisor Travelers’ Choice e também foi classificada como a melhor companhia aérea regional da América do Sul pelo nono ano consecutivo pela Skytrax. Adicionalmente, em 2019, a Azul ficou entre as dez primeiras companhias aéreas de baixo custo mais pontuais do mundo, de acordo com a OAG. Para mais informações, visite www.voeazul.com.br/ri.

Relações com a Imprensa
Azul Linhas Aéreas Brasileiras
Tel.: (11) 4831 1245
Celular (11) 9 8196-1035
imprensa@voeazul.com.br
*Siga-nos no Instagram: @imprensaazul
Relações com Investidores
Tel: +55 11 4831 2880
invest@voeazul.com.br

O conteúdo deste release de resultados pode incluir expectativas sobre eventos e resultados futuros estimados pela Administração. Entretanto, tais projeções não são garantias de materialização e/ou desempenho, tendo em vista os riscos e incertezas inerentes ao ambiente de negócios. Tais quais, o desempenho econômico do país, a economia global, o mercado de capitais, os aspectos regulatórios do setor, questões governamentais e concorrenciais, entre outros fatores, além dos riscos apresentados nos documentos de divulgação arquivados pela Azul, sujeitos a mudanças sem aviso prévio.

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar serviços de assessoria de imprensa no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.