Anseditur emite nota de consideração sobre cancelamentos de convênios do Mtur

 

No último dia 18, a Associação Nacional de Secretários e Dirigentes de Turismo – Anseditur, por meio do presidente, Cristiano Rodrigues, enviou ofício ao Ministro Interino do Turismo – Mtur. Alberto Alves, onde solicita a reconsideração quanto ao cancelamento de empenhos de convênios a dez municípios.

Segundo o documento a instituição discorda das novas políticas de cancelamento do Mtur, onde traz vários prejuízos aos municípios que foram contemplados no Edital de Chamada Pública nº 01/2015, que tem como  objetivo receber propostas de projetos que valorizassem a gastronomia regional como fator diferencial de competitividade do destino turístico.

Dentre as alegações apresentadas estão os prejuízos devido ao cancelamento de projetos aprovados em dez municípios do país, que geraram os devidos convênios, segundo descreve, alguns destes em fase adiantada de implementação, e outros já licitados, e com empresas contratadas, ou executando os referidos Projetos.

Para o presidente da Anseditur, Cristiano Rodrigues, caso venham ocorrerá estes cancelamentos, haverá um grande abalo de confiança entre os Municípios e o Mtur. “Estes cancelamentos deixarão as duas partes em situação vexatória junto ao trade de turismo, às empresas licitadas e a população em geral, o que contraria severamente todos os preceitos de valorização das políticas públicas pugnadas por esse importante Ministério”, justifica Rodrigues.

Outro ponto colocado por Rodrigues é o prejuízo que tal medida pode acarretar diretamente às instituições, “Uma vez que os municípios despenderam de seu tempo e recursos humanos para a execução dos convênios, realização de licitações e contratações, além dos desembolsos já efetuados por parte de alguns destes”, ressaltou.

O presidente finaliza o documento solicitando ao Mtur que reconsidere os anunciados cancelamentos que ainda não foram concretizados. “Queremos que o Mtur faça” uma reavaliação de tal medida, e leve ao prosseguimento normal dos ditos Convênios, conforme previsto em edital, pois esta instituição está empenhada na intermediação e apoio na busca de soluções que levem a um desfecho favorável desta situação”, reafirmou o presidente.

Boa Viagem por Cristina Lira
Rolar para cima