Rota dos Engenhos dará destaque à cachaça como produto turístico

A Secretaria do Turismo da Bahia iniciou um trabalho para formatação da Rota dos Engenhos, que vai mapear os atrativos turísticos associados à produção de cachaça. A ideia é contemplar propriedades localizadas na Chapada Diamantina, principal área produtora, como Lençóis, Abaíra, Rio de Contas, Livramento de Nossa Senhora e Paramirim, como explicou o secretário estadual José Alves (Turismo) a produtores reunidos na Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), cuja programação prossegue até domingo (3), no Parque de Exposições, na capital baiana.

Num ambiente que remete a uma vila do interior, repleta de casinhas coloridas, igreja, coreto e forró, os visitantes da Fenagro podem experimentar e comprar mais de 10 tipos diferentes cachaça, produzidos na Bahia, e conhecer um pouco mais sobre a bebida, uma das marcas do turismo baiano no exterior.

Na noite desta terça-feira (28), ao som do forrozeiro Del Feliz, amantes da legítima bebida brasileira e autoridades conheceram um pouco mais sobre a cadeia produtiva da cachaça. O secretário José Alves foi homenageado pelos produtores em reconhecimento ao apoio da Secretaria do Turismo do Estado (Setur) à promoção do produto. “Queremos intensificar a divulgação da cachaça baiana como produto turístico gerador de renda. Temos 18 municípios que produzem 19 diferentes tipos da bebida”, disse ele.

A experiência do turismo associado à produção da cana de açúcar e da cachaça já é realidade na Fazenda Vaccaro, produtora de uma das bebidas mais famosas do estado, a Serra das Almas. A propriedade localizada em Rio de Contas oferece serviço de hospedagem e day use. “O pacote de atrativos inclui passeios pelas plantações de cana e de frutas, alambique e adega”, explicou o agrônomo Jonas Costa, informando ainda que, nos fins de semana, a fazenda chega a receber 400 visitantes.

Também receberam homenagens os secretários da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura, Vitor Bonfim; de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues; e de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto.

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »