VIDAS DEDICADAS AO CHOCOLATE

Dedicação, carinho e compromisso. É isto que há 35 anos, a Lugano vem desenvolvendo na sua linha de produtos. Uma história de amor, baseada na tradição, na competência e na arte do mais puro chocolate artesanal de Gramado.

No dia 26 de setembro a Chocolate Lugano completa 35 anos de sucesso e dedicação.
O pioneiro desta empresa foi o Senhor Lauri Casagrande, de quem o Senhor Renaldo Henrique Schwingel a adquiriu em 1° de abril de 1985, desde então, encontra-se nesta família.
A aquisição da fábrica ocorreu sem estar programada, após encerrar uma longa trajetória com frotas de ônibus – Empresa Floresta de Transportes Ltda., o Senhor Schwingel adquiriu como investimento a Chocolate Lugano.
A empresa nasceu pequena, mas com grandes sonhos a serem realizados e hoje é referência pela excelência em chocolate. Futuro, porque isso tudo foi conseguido através de uma política absolutamente equilibrada do ponto de vista industrial, comercial e financeiro, permitindo a perenidade da empresa.
Dos últimos 35 anos para cá, a Chocolate Lugano alcançou esse êxito empenhando-se sempre em aperfeiçoar o que já fez. E a empresa segue assim, em tudo o que cria e produz, levando ao consumidor um gosto inconfundível do mais puro chocolate de Gramado.

Assim, pode-se dizer, que os 35 anos de história da empresa, seu jeito de ser, de agir e suas crenças, estão refletidos na gestão, nas ações e nos resultados conquistados. Estão explícitas no modo como a Chocolate Lugano, há 35 anos, vêm cumprindo sua missão: Produzir chocolates que sejam sinônimo de excelência em chocolates finos, com a mais alta qualidade e paladar incomparável, sempre mantendo as tradições dos chocolates de Gramado.
Com muita garra, empreendedorismo e superação, a trajetória da empresa é marcada pelo empenho e pela satisfação de cada colaborador que contribuiu com o crescimento da empresa. As pessoas são fundamentais na criação e na manutenção de uma empresa ética, competitiva e respeitada como a Lugano é hoje, entre todos os públicos com os quais se relaciona.

FOTO/DIVULGAÇÃO:
4588: Os diretores, Janete Schwingel, Enor Francisco Terres da Luz, Rosmari Schwingel e Vera Schwingel, ao fundo, o retrato do Senhor Renaldo Henrique Schwingel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.