Turismo pela “Rota do Café” é opção para visitar as principais regiões produtoras da bebida no Brasil

Crédito: Tim Mossholder (Unsplash)

No dia 24 de maio é comemorado o Dia Nacional do Café e uma boa xícara faz parte do dia a dia dos brasileiros, não importa a hora. A data visa celebrar a importância do grão, que faz parte da história do Brasil. O seu cultivo teve início no século XVIII, atraindo imigrantes de todo o mundo interessados em trabalhar nas lavouras cafeeiras. Para os amantes da bebida, o turismo pelas rotas do café é a melhor opção para conhecer ainda mais sobre o grão. Fazendas produtoras de todo o país abriram suas porteiras para os visitantes e oferecem visitas guiadas para conhecer as plantações e descobrir como é todo o processo de produção.
 

Segundo Carlos Eduardo Pereira, Diretor Executivo da Bancorbrás Turismo, a visita às rotas do café é uma forma de descobrir o agroturismo, aproveitar a estada em um hotel no campo e experimentar a culinária local. “Durante o passeio o viajante tem a oportunidade de vivenciar as tradições da região com roteiros que aliam visitas a pontos turísticos famosos a experiências históricas, culturais e gastronômicas com atividades específicas”, afirma.
 

As cidades no interior de São Paulo estão entre as principais produtoras de café no país. Em Serra Negra, por exemplo, os turistas podem percorrer a rota do café, que passa por restaurantes, museus, destilarias, parques, ranchos e outros. Já em Itatiba, a 90 km de São Paulo, é possível conhecer a Fazenda Vila Rica, construída no século XIX e uma das mais antigas no país. O local possui pousada e restaurante, além de oferecer passeios e caminhadas pela lavoura.
 

No Rio de Janeiro, os turistas também podem visitar o Vale do Café, na região do Vale do Paraíba. Ao longo da rota estão fazendas, estradas, museus e igrejas que fizeram parte da história da produção cafeeira da região e do país. Em Valença (RJ), está a Fazenda Vista Alegre, uma das mais importantes do estado. Construída no XIX, a propriedade já foi cenário de novela. Os visitantes podem realizar o tour histórico pela plantação e aproveitar a culinária local.
 

Em Minas Gerais os turistas também podem aproveitar para visitar duas cidades conhecidas por suas rotas: Carmo de Minas e São Lourenço. Já no Ceará, os amantes da bebida devem passar pela Rota Verde do Café, na região do Maciço de Baturité. Lá os viajantes podem encontrar o Café Sombreado, que é cultivado à sombra da mata, protegido dos raios intensos do sol.
 

A Bancorbrás Turismo oferece pacotes de viagem que incluem, no roteiro, visitas e diversas experiências nas principais regiões produtoras de café no país. “A nossa equipe especializada está pronta para auxiliar na formatação da viagem, de acordo com as necessidades e vontade de cada cliente”, comenta Carlos Eduardo.

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar serviços de assessoria de imprensa no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.