Turismo oficial e iniciativa privada da Argentina apontam saídas para assegurar fluxo de visitantes

Em reunião com operadoras turísticas brasileiras, na tarde desta terça-feira (28/6), em São Paulo, o Inprotur – Instituto Nacional de Promoção Turística da Argentina, Aerolíneas Argentinas e representantes do segmento hoteleiro de Bariloche, apresentaram soluções para viabilizar a chegada de brasileiros que se preparam para aproveitar a nova temporada de neve.

Marcela Cuesta, coordenadora dos mercados das Américas do Sul e Central do Inprotur, ressaltou aos parceiros do Brasil, sobretudo às oito operadoras turísticas que formam o pool de venda do destino, a necessidade de se unirem ao esforço coletivo para minimizar os efeitos do fenômeno natural, sobre o fluxo de turistas que visitam a Argentina todos os anos no inverno.

Com a abertura do aeroporto de um dos principais destinos de inverno da Argentina, marcada para o próximo dia 9 de julho, já livre das cinzas do vulcão, a Aerolíneas Argentinas disponibiliza ao trade nacional a opção de levar os passageiros, a partir do Brasil, para outros dois aeroportos da Patagônia Argentina – de Neuquén (Província de Neuquén) e Esquel (Província de Chubut), distantes, respectivamente, 430 quilômetros e 280 quilômetros de Bariloche.

A proposta prevê escala em Buenos Aires e traslado depois do desembarque em ônibus de luxo, oferecido pelo governo de Río Negro, onde está um dos destinos argentinos mais procurados pelos brasileiros. Conforme Fabián Lombardo, diretor de Vendas Internacionais da Aerolíneas Argentinas, também destinos como Ushuaia e El Calafate, mas ao Sul da Patagônia, estão sendo atendidos em rotas alternativas que voam sobre o Oceano Pacífico, no lugar do traçado regular que segue a linha do Atlântico. O diretor da companhia aérea de bandeira não descartou a possibilidade de abrir novos voos direto para Bariloche, quando normalizada a operação no aeroporto local, desde que a demanda justifique tal decisão.

Na neve, com desconto

Da parte dos empreendimentos privados, Hugo de Barba, representante dos hoteleiros e que falou em nome do Ente de Turismo de Bariloche – o Emprotur, anunciou que os hotéis da cidade já trabalham com descontos de 30% nas tarifas e os centros de esqui com preços de média temporada, ou seja cerca de 20% abaixo do que é tradicional praticado na alta estação. Para se atualizar sobre Bariloche: www.barilochepatagonia.info e sobre os destinos de neve argentinos: www.nieveargentina.com.ar

Cinzas transformadas – A localidade de Villa La Angostura, na Província de Neuquén, na Patagônia Argentina, uma das mais atingidas pelas cinzas do vulcão chileno Puyehue, acaba de encontrar uma solução criativa e econômica para os resíduos do fenômeno natural. É que as cinzas poderão ser transformadas em tijolos. A poeira vulcânica também seria utilizada em tubulações, poços de água e asfalto, bastando que se acrescente ao material um pouco de cimento. Para as autoridades locais, a intenção é fazer com que o material seja transformado em algo útil para a comunidade, além do projeto de se exportar o tijolo de cinzas para outras regiões da própria província e até mesmo para a Argentina toda. O diretor de Meio Ambiente de Villa La Angostura, Daniel Meier, disse que outra proposta que está sendo discutida no local é usar a areia para fazer “praias” em torno dos principais lagos da cidade. “Não seremos o Rio de Janeiro, mas vamos acrescentar mais uma atração ao nosso turismo, que é realmente a nossa principal fonte de renda”, conforme entrevista concedida à BBC Brasil.

Mais turistas – Foram 12,8% a mais de turistas o que a Argentina registrou no primeiro trimestre deste ano, comparado com igual período de 2010, o que representou que mais 1,7 milhão de visitantes desembarcaram no país vizinho de janeiro a março. De acordo com levantamento da Subsecretaria de Desenvolvimento Turístico do Ministério do Turismo da Argentina, mais de 50% vieram de países que não fazem divisa com o território argentino. Os gastos dos viajantes que elegeram a Argentina como destino também se elevaram, em 6,5% no primeiro trimestre. Para Enrique Meyer, ministro do Turismo do país, “estes números dão conta de que a Argentina se consolida como destino turístico internacional de primeiro nível, independente das conjunturas internacionais, graças à diversidade de sua oferta, à qualidade de seus serviços e profissionalismo com que a atividade é tratada entre os argentinos”.

Pura aventura – O turismo aventura é um dos principais atrativos de Bariloche. As opções incluem: cavalgadas, excursões de mountain bike, travessias de caiaque, voos de parapente, canopy, esqui nórdico, caminhadas com raquetas (tipo de calçado especial para percorrer a pé a neve), entre outras. A oferta de turismo de aventura está disponível no endereço: www.atap.org.ar

Receptivo Buenos Aires – O Buenos Aires Convention & Visitors Bureau, acaba de eleger novo presidente: Carlos de Elias – CEO de Congress Rental – foi escolhido para presidir o órgão. A missão da nova diretoria é consolidar o trabalho promocional da capital portenha e propiciar a captação de eventos internacionais. Além disso, entre as tarefas estão a de criar oportunidades aos associados e colaborar para o desenvolvimento econômico, social e cultural da cidade. Destaque-se que Buenos Aires conquistou, nos últimos anos, importante reconhecimento como centro de reuniões internacionais. A cidade ocupa a primeira posição no ranking dos destinos mais importantes da América Latina para o turismo de negócios, tendo conquistado a 12ª colocação entre outras localidades do mundo, conforme a ICCA (Asociación Internacional de Congresos y Convenciones). Buenos Aires conta com três centros de exposições que, somados, perfazem total de 150 mil metros quadrados, além de espaços para eventos situados em hotéis de 5 e 4 estrelas, de categoria internacional. Mas notícias: www.buenosairesbureau.com

Mais informações sobre o destino: www.argentina.travel

Foto: Centro de esqui Cerro Catedral – Bariloche – crédito: Secretaria de Turismo da Argentina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.