Turismo de Pernambuco avança na retomada com medidas de segurança


Comércio de praia está autorizado a partir desta segunda, 31. A Ilha de Fernando de Noronha abre amanhã para turistas que já tiveram Covid-19

Às vésperas do feriado de 7 de Setembro – considerado pelos pernambucanos uma abertura extraoficial do verão, e que costuma levar muita gente às praias – o comércio na faixa de areia do Recife e dos municípios dos Litorais Norte e Sul voltou a ser permitido a partir desta segunda (31). A chegada do período de sol e calor aquece também o turismo em Pernambuco, que já iniciou a retomada gradual das atividades, com protocolos de segurança.

“O Governo do Estado leva em conta sempre a saúde da população, então todas as atividades liberadas seguem rígidos protocolos de segurança. Tudo está sendo feito com muito cuidado. Aos poucos, estamos recompondo nossa malha aérea, que foi bastante afetada, mas mesmo assim seguimos com o Aeroporto do Recife sendo o maior do Nordeste. A volta do comércio na faixa de areia é uma notícia que era muito esperada. Estamos dando passos importantes para o crescimento na atividade econômica de Pernambuco”, salienta o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Entre as principais novidades do Plano de Convivência com a Covid-19, além da volta do comércio nas praias, está a autorização para o retorno das atividades de museus e espaços de exposições e a reabertura do Arquipélago de Fernando de Noronha, um dos destinos indutores do turismo em Pernambuco, a partir de 1º de setembro.

Quem atua no comércio na beira do mar terá que cumprir protocolo que estabelece o uso de máscara pelos vendedores e clientes e, ainda, distância regulamentada na faixa de areia. Cada conjunto com guarda-sol e quatro cadeiras (o limite máximo permitido) deve ocupar uma área de 4m x 4m. Os vendedores devem portar ainda álcool em gel, para uso próprio e dos consumidores. A fiscalização das medidas será realizada pelos órgãos de vigilância de cada município.

Já a Ilha de Fernando de Noronha dá um primeiro passo importante para a retomada do seu turismo. Inicialmente, podem viajar para o arquipélago turistas que tiveram diagnóstico de Covid-19 e já estão comprovadamente curados.

Dentre os documentos exigidos para o visitante, está a apresentação do exame RT-PCR positivo realizado há mais de 20 dias, ou do exame sorológico (IgG) positivo, que indica a presença de anticorpos ao novo coronavírus. Os exames devem ser encaminhados à Administração da Ilha, assim como o comprovante de pagamento da Taxa de Permanência (TPA), por meio do site https://www.sounoronha.com/.

O turismo náutico, uma das principais atividades em Noronha, ganha outro impulso com a confirmação da 32ª edição da Regata Recife-Fernando de Noronha (Refeno). O evento está marcado 10 de outubro, com partida do Marco Zero, no Recife, e chegada no Mirante do Boldró, em Fernando de Noronha. As regras que vão orientar a participação no evento estão em fase de aprovação.

Também nesta segunda-feira (31), foi autorizado o retorno dos museus e espaços de exposições, sempre seguindo novos protocolos de higiene, saúde e comunicação estabelecidos pelo Governo de Pernambuco. Os museus ligados à Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), localizados no Recife e em Olinda, voltam a contar com visitação pública a partir 16 de setembro. São eles: Museu do Estado de Pernambuco, Estação Capiba – Museu do Trem, Museu de Arte Sacra de Pernambuco, Museu Regional de Olinda, Museu de Arte Contemporânea de Pernambuco, Museu da Imagem e do Som de Pernambuco (atendimento ao pesquisador), Torre Malakoff e Espaço Pasárgada.

O Centro Cultural Cais do Sertão, localizado no Bairro do Recife e administrado pela Empetur, finaliza as intervenções exigidas pelo protocolo que vai orientar o funcionamento das casas. Uso obrigatório de máscaras, regras de circulação e definição de quantidade de visitantes por ambientes e turnos, além de um rigoroso e contínuo processo de higienização dos espaços, estão entre as normas sanitárias anunciadas.

Todos os museus e espaços de exposições, a exemplo das galerias, devem apresentar sinalização informativa acerca das recomendações e práticas para funcionários e para o público. As atividades de música, teatro, cinema, saraus e outros eventos, com exceção das exposições regulares, permanecem suspensas.

ATRATIVOS TURÍSTICOS – Em se tratando dos atrativos turísticos, os visitantes e pernambucanos podem contar também com as liberações dos parques e dos passeios de jangadas em Porto de Galinhas, Maracaípe e São José da Coroa Grande. Os tours de buggy e as excursões por meio de agências de viagens também já voltaram a ser oferecidos.

No Recife, os catamarãs fazem parte novamente de um dos cartões-postais mais famosos da capital: o Rio Capibaribe. As atividades são realizadas de terça a domingo, sempre às 11h e às 16h. Confira os 12 protocolos de segurança das atividades do turismo de Pernambuco e informações gerais sobre o destino e novos roteiros pelo interior do Estado no www.borapernambucar.com.br.

E para saber todas as demais atividades do Estado que já foram autorizadas e seus protocolos é só acessar o site www.pecontracoronavirus.pe.gov.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.