Trade Turístico é convidado a conhecer o Agosto da Alegria do Governo do Estado

O trade turístico potiguar será apresentado oficialmente ao projeto Agosto da Alegria. O anúncio dos festejos, celebrações e discussões acadêmicas do Agosto da Alegria acontecerá nesta quarta-feira, 27 de julho, às 17h30, no Centro de Turismo de Natal, em Petrópolis, contando, ainda, com a presença de jornalistas especializados na área.

A ideia é fazer com que este importante segmento conheça um dos maiores eventos que já se pensou na área de cultura popular, aliada ao turismo: serão mais de 400 apresentações durante mais de 30 dias, com algo em torno de 15 mil participantes e um público estimado de 100 mil pessoas durante todo o mês de agosto e início de setembro.

O grande projeto do Governo do Estado, Agosto da Alegria, objetiva primordialmente fazer um laço entre a cultura popular e o turismo local, além de promover com esse encontro uma ampliação da economia do Estado. “Aqui, o Governo do RN lança bases, patamares e alicerces para o encontro do Rio Grande do Norte com a sua vocação: a cultura popular; que sonha em se vestir de referência nacional e, quiçá, internacional na área. Os passos estão dados, a ciranda está formada, os tambores e rabecas anunciam festejos e celebrações”, revela a secretária Extraordinária de Cultura do RN e Fundação José Augusto (Secultrn/FJA), Isaura Rosado.

Ainda segundo a secretária, na terra de pesquisadores e folcloristas como Luís da Câmara Cascudo, Veríssimo de Melo, Gumercindo Saraiva e Deífilo Gurgel, e de mestres como Cornélio Campina, Manoel Marinheiro, Chico Daniel e do coquista Chico Antonio, apenas o dia 22 de agosto, data oficial do Folclore, seria muito pouco para celebrar a cultura popular. “Para o grande encontro da nação potiguar com as suas raízes precisávamos de mais tempo e das várias linguagens que contemplam a temática em sua diversidade: Folclore e Brincantes; Parafolclóricas; Artesanato; Gastronomia; Estudos Acadêmicos; Publicações; Audio e Artes Visuais; Cultura Afro-Brasileira; Cinema e Música”, explica ela.

Mesa Redonda

Um dos pontos altos das discussões dentro do Agosto da Alegria vai justamente discutir as temáticas principais do evento: Cultura, Turismo e Economia. Para isso, foram convidados os seguintes nomes que guardam bastante experiência no assunto: Robério dos Santos Braga, secretário de Cultura do Amazonas, que falará sobre a experiência bem sucedida de Parintins; Roberto Schimit, representante a Secretaria de Cultura do Rio Grande do Sul, para falar sobre o Festival de Gramado e, Fernando Fonseca, secretário de Cultura de Pernambuco, que vai falar sobre grandes eventos e manifestações culturais como a Paixão de Cristo (Nova Jerusalém), Caruaru e o Frevo. A mesa redonda que será presidida pela secretária Extraordinária de Cultura do RN e Fundação José Augusto (Secultrn/FJA), Isaura Rosado, ocorrerá no Teatro Alberto Maranhão, às 15h, no dia 8 de agosto.

“A mesa redonda que abre as celebrações do Agosto da Alegria pretende ser norte, marco e balisa de todo o evento. Vamos discutir as experiências bem sucedidas que conjugam a cultura e o turismo e garantem hoteis lotados, voos charter, turismo regional, mídia positiva para os estados e cidades, trabalho e renda, auto estima e qualificação do universo cultural. E é isso que o Governo do Estado do Rio Grande do Norte quer: apontar novos caminhos para o desenvolvimento potiguar”, afirma Isaura Rosado. O secretario de turismo do RN e presidente da Emprotur, Ramzi Elali, destacou o evento como uma excelente oportunidade para que tecnicos, profissionais e estudantes da área possam conferir as boas idéias que uniram cultura e turismo para alavancar o desenvolvimento de várias regiões. “Vamos conhecer mais de perto essas idéias e nos inspirar para criar nossas próprias oportunidades aproveitando na riqueza cultural e turística”, ressaltou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.