Startup da Inova Metrópole é aprovada no programa Sebrae Catalisa ICT



A empresa YCodify irá receber incentivo de até R$ 150 mil para desenvolvimento de projeto


A YCodify, empresa vinculada à Inova Metrópole, incubadora do Parque Tecnológico Metrópole Digital, foi uma das startups selecionadas na segunda fase do programa Catalisa ICT, realizado pelo Sebrae em parceria com diversas entidades do ecossistema nacional de inovação. A startup receberá um incentivo de até R$ 150 mil durante um ano para o desenvolvimento do projeto aprovado, que é voltado para a construção de uma plataforma que tornará mais acessível o desenvolvimento de softwares, em especial para micro e pequenas empresas.

Segundo o diretor, a proposta selecionada no Catalisa ICT foi uma solução low code baseada em SaaS (software como um serviço), que utiliza a tecnologia LoCo³ – Low Code, Low Complexity, Low Cost -, desenvolvida pela Agência de Inovação da UFRN (AGIR), associada às outras tecnologias da Ycodify, acelerando e diminuindo os custos do processo de desenvolvimento de softwares.

“Temos o potencial de baratear e simplificar os processos tecnológicos gerando um impacto econômico e social, contribuindo para promover um ambiente democraticamente mais inclusivo para pequenos negócios e empreendedores individuais de qualquer estrato social. Além de tornar o ambiente das empresas de softwares ainda mais competitivo”, comenta o CEO da empresa, Júlio Costa.

Aceleração

A YCodify também irá participar da jornada de aceleração do Catalisa ICT, que conta com capacitação em gestão, mentorias, acesso a serviços tecnológicos e ao setor de grandes empresas nacionais. O programa possui uma jornada com quatro etapas, com duração de até quatro anos.

O Catalisa ICT foi desenvolvido com o objetivo de acelerar e fomentar negócios inovadores na área tecnológica a partir do conhecimento gerado nas universidades públicas e privadas do país.

Atualmente o programa está na segunda fase, na qual foram inscritos 1.164 projetos, dos quais 270 foram classificados, sendo a YCodify a única selecionada na área de TI no Rio Grande do Norte. O edital foi destinado a mestres, mestrandos, doutores e doutorandos, com ou sem equipe de apoio para o desenvolvimento do projeto.

“Aprendemos bastante sobre como iniciar um projeto de uma startup, a partir da nossa pesquisa acadêmica, estruturando-a a partir de uma série de ferramentas que auxiliam a amadurecer e validar a ideia, tornando-a viável técnica e comercialmente”, relembra o mestrando do PPgEEC e diretor da empresa, Júlio Costa, sobre a participação na primeira fase do Catalisa ICT.

De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Software, em 2018 o setor movimentou US$ 18,6 bilhões e as micro e pequenas empresas representaram mais de 95% desse mercado. Por isso, o investimento nessas iniciativas contribuem com a geração de riqueza nacional, também um dos objetivos do programa. 

As propostas aprovadas no edital serão financiadas com recursos no valor global de R$ 37,5 milhões, oriundos do orçamento do Sebrae, a serem liberados de acordo com a disponibilidade e necessidade de aporte de recursos para as propostas aprovadas.

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar serviços de assessoria de imprensa no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.