Serra Verde: Dia do Turismo ecológico

Serra Verde ExpressDia do Turismo Ecológico: cinco passeios inesquecíveis na Mata AtlânticaContato com a natureza, fuga do meio urbano e preservação do meio ambiente; conheça passeios escondidos de ecoturismo em um dos biomas mais ameaçados do planetaJá não é novidade que os turistas têm buscado cada vez mais destinos para fugir da rotina agitada e ter um momento de descanso. No entanto, a responsabilidade de preservação da fauna e flora e preocupação com o meio ambiente também são levados em conta na hora de escolher o momento de lazer. Em 1º de março é celebrado o Dia do Turismo Ecológico, data que teve surgimento oficial no Brasil em 1988. Conhecido também como Ecoturismo, nessa modalidade, o objetivo principal é estimular a consciência ecológica dos viajantes. O turista tem a oportunidade de conhecer lugares com belezas naturais preservadas e interagir com a cultura local por meio de atividades que não trazem nenhum impacto ao meio ambiente, garantindo a sobrevivência dos biomas nativos.Busca de ambientes para tranquilidade e energização, conexão com a natureza, desligamento das atividades do meio urbano, mergulho em águas cristalinas e trilhas em meio à vegetação são alguns atrativos que o ecoturismo traz. Segundo levantamento Demanda Turística Internacional, realizado pelo Ministério do Turismo, o Brasil é considerado um dos principais destinos de turismo ecológico no mundo. “O ecoturismo, sem dúvidas, é um grande atrativo. Ele não só traz benefícios para a saúde mental dos viajantes, como também auxilia no desenvolvimento de uma preocupação ambiental que todos devemos ter, afinal, não é porque somos turistas que não devemos cuidar do local que estamos conhecendo”, afirma o diretor geral da Serra Verde Express, Adonai Aires de Arruda Filho. A Mata Atlântica é uma das regiões mais ricas do mundo em biodiversidade e hoje é considerada um dos biomas mais ameaçados do planeta, contando com apenas 12,5% de suas florestas originais. Localizada nos estados do Paraná, São Paulo e Santa Catarina, a maior área preservada contínua da Mata Atlântica, a Grande Reserva, conta com cerca de 80 negócios de turismo sustentável, biodiversidade numerosa e muitas opções de turismo ecológico. Confira cinco sugestões de passeios de ecoturismo para realizar na Grande Reserva Mata Atlântica.Salto dos MacacosLocalizada em Morretes, no Paraná, a cachoeira de 70 metros conta com atrativos como o tobogã natural que desce pela parede de pedras e cai sobre uma piscina natural de onde é possível enxergar o conjunto de montanhas do Marumbi. Para chegar até lá, é preciso percorrer uma trilha imersa na natureza que leva em torno de duas horas para ser concluída. Para evitar que turistas permaneçam em meio à mata após anoitecer, a subida funciona apenas entre 7h e 9h da manhã. O retorno deve começar até as 15h, independentemente da previsão do tempo. Passeio de trem na serra do mar e 4×4 na naturezaSabe quando a sua janela se torna um cenário de filme ou pintura de quadro? A viagem de trem que faz o trajeto Curitiba-Morretes, no Paraná, da Serra Verde Express (@serraverde_oficial), é uma atração sobre trilhos com paisagens naturais, belos cenários, fauna e flora que formam a Serra do Mar paranaense. Durante o passeio em trem turístico, o viajante consegue apreciar a natureza e, chegando em Morretes, ter o contato com a comunidade local e conhecer mais sobre a história da cidade. Após o almoço típico, o famoso barreado, o turista ainda pode embarcar em uma aventura pela natureza, a bordo de veículos 4×4, que percorrem estradas de terra e rios de água cristalina.Mata do UruCom cerca de 128 hectares na região da Lapa, no Paraná, a Mata do Uru é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). A mata é formada por uma floresta de araucárias e campos naturais. Desde 2003, a área foi adotada pela Posigraf, que garante os recursos para manter a sua conservação. O passeio conta com uma trilha de 653, metros com duração de aproximadamente 30 minutos. A trilha foi adaptada para diferentes tipos de públicos e conta com guias que explicam os detalhes e características da fauna e flora encontradas no local, tendo como objetivo a disseminação da educação para conservação da natureza.Cachoeiras do JajaNada como uma trilha seguida de cachoeiras para curtir um turismo ecológico. As Cachoeiras do Jajá ficam a aproximadamente 50 km de Curitiba, pouco antes de chegar em Morretes. Contam com algumas quedas, além das piscinas naturais. Ideal para toda a família, com estrutura pronta para atender os turistas. Com ingressos a R$ 10,00 por pessoa, a atração oferece banheiro com chuveiro, estacionamento, cancha de areia, além de quiosques com churrasqueiras para alugar. Ilha do MelParte do município de Paranaguá, a Ilha do Mel é um dos lugares mais lindos e apreciados para ecoturismo no estado do Paraná. Com biodiversidade, mar azul e praticamente sem ondas, é um local ideal para descanso. Para aqueles que gostam de aventuras, a ilha ainda conta com trilhas em meio a natureza. A travessia deve ser feita pelo mar, de barco ou lancha. Não é permitida a tração animal ou a motor na ilha. Existem muitas áreas onde também não é permitida a presença de visitantes. A ilha possui quatro pontos turísticos de destaque: ao Norte, a Fortaleza; no centro, Nova Brasília e o Farol das Conchas; e ao Sul Encantadas. Há possibilidade também de fazer um tour náutico pela ilha. Ekôa ParkO parque ecológico localizado em Morretes traz experiências imersivas no turismo ecológico. Com atividades culturais, artísticas, de aventura e de lazer,  o Ekôa Park conta com atrações para todas as idades, como arvorismo, tirolesa, túnel sensorial pela mata, rapel e voo cativo de balão. Outra opção são as trilhas em diferentes níveis de dificuldade, que trazem histórias sobre as expedições indígenas que aconteciam no local e promovem uma imersão na natureza. O parque abriga ainda o primeiro Centro de Informações da Grande Reserva Mata Atlântica, que direciona os turistas para as atividades de turismo sustentável disponíveis dentro da maior área remanescente do bioma. O Ekôa Park está localizado no Km 18,5 da Estrada da Graciosa e está aberto para visitação (mediante reserva antecipada) de quinta a domingo e em feriados, das 9h às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.