Rodada de negócios reúne estaleiros e empresas do Catálogo Navipeças

Cerca de 50 fornecedores do setor naval confirmaram presença no encontro, que acontece segunda-feira (5), no Rio de Janeiro

Na próxima segunda-feira (5), o Rio de Janeiro recebe a 1ª Rodada de Negócios do Catálogo Navipeças, ferramenta voltada a fabricantes e prestadores de serviços ligados à construção naval. O encontro, que é promovido pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), com o apoio do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval), reunirá representantes de cerca de 50 empresas cadastradas no Catálogo e de sete estaleiros considerados “âncoras” do setor: Mauá, STX, EBR, Maclaren, OSX Construção Naval, Rio Nave e Sermetal.

“Essa será a primeira de uma série de rodadas que realizaremos em todo o Brasil, começando pelo polo naval do Rio de Janeiro. A iniciativa faz parte da segunda etapa do projeto do Catálogo, que visa ampliar o relacionamento dos fabricantes de navipeças com os estaleiros, contribuir para o aumento do conteúdo nacional na indústria naval brasileira, gerar informações importantes para o desenvolvimento de políticas de financiamento e de inovação, além de facilitar a inserção de micro, pequenas e médias empresas no setor”, conta o coordenador da Área de Energia da ABDI, Jorge Boeira. Durante a rodada de negócios, cada empresa âncora receberá, individualmente, até 12 empresas cadastradas no Catálogo.

Durante o lançamento da segunda etapa do Catálogo Navipeças, em outubro deste ano, o presidente da ABDI, Mauro Borges Lemos, destacou que o setor de energia e a cadeia de suprimentos de petróleo e gás estão entre as prioridades do Plano Brasil Maior. Na ocasião, o diretor-geral da Onip, Eloi Fernández y Fernández, reforçou que é necessária a ampliação do setor de navipeças. “Precisamos fortalecer a produção de navipeças no Brasil para aumentar o conteúdo nacional e gerar mais valor agregado às embarcações”, enfatizou. Segundo o vice-presidente do Sinaval, Franco Papini, atualmente os navios petroleiros apresentam cerca de 50% de conteúdo local, enquanto uma plataforma modelo PSO possui cerca de 63%.

Histórico e principais resultados do Catálogo Navipeças

O Catálogo Navipeças é resultado de discussões e articulações público-privadas que foram iniciadas no âmbito do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp) e reforçadas com o lançamento da Câmara de Desenvolvimento da Indústria Naval, em 2007, pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Em julho de 2009, a ABDI e a Onip assinaram um convênio para desenvolvimento e operação da ferramenta, que foi lançada em outubro daquele mesmo ano.

Entre 2010 e 2011, foram realizados 10 roadshows pelo Brasil, apresentando a iniciativa a mais de 700 empresas. Atualmente, o Catálogo recebe, em média, um novo cadastro a cada dois dias e já lista mais de 350 empresas certificadas. Com o apoio do Sinaval, a segunda etapa do projeto prevê, além das rodadas de negócios, a criação de comissões técnicas para discutir inovação e certificação de navipeças e o desenvolvimento de novos relatórios gerenciais e categorização de empresas e produtos.

Serviço:
1ª Rodada de Negócios do Catálogo Navipeças
Data: 05/12/11
Hora: 14h às 18h
Local: Auditório Firjan
End.: Av. Graça Aranha, nº 1 – 4º andar – Centro – RJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.