Produtores de uva recebem ministro Afonso Florence

O ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Afonso Florence, participou no dia 17, de uma reunião com integrantes da Federação das Cooperativas Vinícolas do Estado do Rio Grande do Sul (Fecovinho), em Farroupilha, para discutir as futuras ações de continuidade e a ampliação da assistência técnica para o setor produtivo organizado. “Esse encontro proporcionou um espaço fundamental para a troca de informações e a avaliação de resultados. A Fecovinho apresentou a prestação de contas das ações conjuntas ao MDA e também algumas reivindicações para o desenvolvimento do setor. Não mediremos esforços para fortalecer ainda mais essa parceria”, completou Florence.
“A participação do MDA é fundamental nesse processo para estabelecer parcerias com cooperativas, sindicatos, associações, prefeituras e o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin)”, ponderou o diretor executivo da Fecovinho, Hélio Marchioro. Ele destacou ainda a atuação do MDA na liberação dos recursos usados para elaborar os projetos que resultaram em um novo arranjo produtivo à Cooperativa Nova Aliança, que agrega cerca de 850 agricultores familiares em plena produção e agora possui uma nova planta industrial.
Mais cedo, o ministro esteve reunido com produtores rurais de uva e vinho do município de Caxias do Sul (RS) Representantes municipais e do governo estadual também marcaram presença no encontro, que ocorreu na Colina dos Vinhedos, propriedade com 16 hectares, onde são produzidas aproximadamente 200 toneladas da fruta, que rendem o equivalente a 120 mil litros por safra.
“Nós produzimos uva de várias qualidades. Entre elas estão a cabernet sauvignon, merlot, bordô e Isabel, própria para a produção de vinho de mesa e sucos. A DAP Jurídica é uma facilitadora para nosso trabalho”, explica Valtuir Zanrosso, um dos responsáveis pela administração da Colina. A DAP Jurídica é o documento que permite a agricultores familiares acessarem as diversas políticas públicas oferecidas pelo MDA.
Na reunião, os produtores e representantes destacaram a importância da agricultura familiar para o desenvolvimento produtivo e econômico da região. De acordo com o coordenador de comercialização da Cooperativa de Agricultores Familiares de Caxias do Sul, Marcos Regelin, é estratégico inserir a região no Plano Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável (PTDRS), programa coordenado pelo MDA. “A territorialização estreitará ainda mais o diálogo com o ministério e o Governo Federal, permitindo o incremento da vitivinicultura. A região é muito grata à ajuda de trabalho do ministro no sul do país”.
A afirmação foi compartilhada pelo secretário de Agricultura e pecuária de Garibaldi, município da região Serrana gaúcha, Jorge Mariani. “O ministro Florence já demonstrou compromisso com esse segmento produtivo. No final de 2010, nos apoiou na regularização do vinho de panela. Graças à intervenção de Afonso Florence, o Governo estabeleceu o prazo de três anos para a regulamentação deste novo produto, beneficiando mais de 400 agroindústrias familiares, responsáveis por uma produção superior a oito milhões de litros de suco natural por ano, incluindo a uva e outras frutas”, completou.

Assessoria de Comunicação – MDA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.