Procurador Miguel Josino apresenta proposta do governo sobre o Juvenal Lamartine

Em audiência pública que aconteceu nesta quarta-feira (9), na Assembleia Legislativa, o procurador geral do estado, Miguel Josino Neto, apresentou a proposta do governo do RN sobre o destino do estádio Juvenal Lamartine, que atualmente abriga partidas de categorias de base e é sede da Federação Norteriograndense de Futebol.

Proposta pelo deputado Nelter Queiroz, a audiência pública contou com a presença de representantes de clubes de futebol do Estado e sociedade em geral. “Estamos preocupados com o destino desse equipamento esportivo. Cabe aos legisladores ouvir a população para que possamos somar sugestões a serem dadas para o governo”, disse Nelter Queiroz.

Segundo Miguel Josino, o projeto do governo é desafetar a estrutura localizada na avenida Hermes da Fonseca, o que significa dizer que será retirado do espaço o estádio o valor de “utilidade pública”, ficando a área disponível para ser posta à venda em um processo licitatório através de concorrência pública.

A decisão ocorreu após vistorias realizadas por equipes da Secretaria de Estado de Infraestrutura. “A governadora reuniu o corpo técnico e viu a possibilidade de alienar o estádio”, disse Miguel Josino.

Atualmente o Juvenal Lamartine está avaliado em cerca de R$30 milhões, fora o valor de potencial construtivo que está em cotação. “Na proposta de venda deverá ser colocado o destino da verba, que será utilizada na construção de um novo hospital de trauma na Zona Oeste de Natal e o Novo Juvenal Lamartine, que deverá ser construído em um terreno já identificado na Zona Norte”, disse Miguel Josino.

De acordo com o procurador, a governadora Rosalba Ciarlini enviará uma mensagem à Assembleia Legislativa pedindo a desafetação do estádio, juntamente com a mensagem seguirá um Projeto de Lei no qual ficará de forma expressa que o dinheiro vai ser empregado na construção do novo estádio e do novo hospital. “Esse trâmite deve levar de 6 a 9 meses”, informou Miguel Josino.

“De toda maneira o Juvenal Lamartine não atende as exigências da FIFA como praça esportiva, desta maneira o governo do RN dará melhores condições para o esporte amador, além de construir um novo hospital de trauma, que deverá desafogar leitos do Walfredo Gurgel”, disse Miguel Josino.

Também participaram da audiência o presidente da FNF, José Vanildo; os deputados Poti Jr, Vice-presidente do ABC; Hermano Morais, presidente do América Futebol Clube; Tomba Farias, presidente do Santa Cruz e Orlando Caldas, presidente do Alecrim Futebol Clube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.