Nova coleção do Artesanato das Missões é inspirada na cultura indígena Grupo de artesãos faz parte de projeto desenvolvido pelo Sebrae/RS na região

No final deste mês, será possível admirar a cultura indígena nos traços e formas que surgem pelas mãos de artesãos gaúchos. A nova coleção Artesanato das Missões, inspirada na vida do índio, na sua cultura, costumes e hábitos, será lançada no dia 29, segunda-feira, na sobreloja do Hotel Maerkli, em Santo Ângelo. Essa coleção é um dos frutos do projeto Desenvolver Empresas do Setor de Comércio e Serviços, coordenado pelo Sebrae/RS na região.

Os 30 artesãos produziram a nova coleção utilizando materiais típicos e técnicas tradicionais dos indígenas das Missões. São bolsas, chapéus, chinelos, acessórios e até pastas para notebook, feitos de fibra de butiá e ornamentados com grafismos e pinturas. “As culturas de algodão, erva mate, milho e abóbora aparecem em vários produtos do artesanato. Através dele, pode-se conhecer personagens que representam a misticidade desse povo, como a Hunaí, que é a figura da índia”, observa Lisiani Uggeri Hampel, gestora do projeto na regional Noroeste do Sebrae/RS.

Essa é a terceira coleção do Artesanato das Missões, que existe desde 2010, época em que se iniciou o projeto do Sebrae/RS na região. Antes, conta Lisiani, era desenvolvido um artesanato sem o uso de uma iconografia regional (forma de linguagem visual que utiliza imagens para representar determinado tema) e a comercialização baseava-se em uma restrita rede de contatos. Através do projeto, o potencial empreendedor dos artesãos foi lapidado. Tiveram auxílio da designer Karine Faccin Perufo para a criação de produtos com a identidade regional – a fim de terem acesso a novos pontos de venda – além de capacitações em gestão. Com isso, reforça Lisiani, qualificaram o seu trabalho, “inclusive a cooperação entre eles. Hoje o grupo conta com uma equipe de comercialização que participa das decisões estratégicas e acompanhamento mensal do fechamento de vendas”, completa Lisiani.

Para a artesã Margareth Reichert o artesanato é uma forma de preservar a história local, como um documento que registra e difunde a região das Missões. Ela participa do grupo desde a fundação e sente que o seu produto foi valorizado. “É interessante o suporte que o Sebrae/RS nos dá para desenvolver a produção e o comércio das peças. Com isso, aprimoramos nosso trabalho a cada coleção e colaboramos com o resgate histórico, étnico e cultural das Missões”.

Pontos de venda

O Artesanato Missões tem uma excelente visibilidade na região, sendo adquirido por turistas, pela comunidade e em grande quantidade. “Recentemente foi feita uma encomenda para a Fundação das Missões, em comemoração aos seus 10 anos. Nessa oportunidade, foram comercializados 50 kits”, lembra Lisiani Uggeri Hampel.

As peças do Artesanato das Missões podem ser encontradas em diversos pontos de venda da região. Em São Miguel, na Pousada das Missões, no Sítio Arqueológico São Miguel Arcanjo, na Associação dos Amigos das Missões e no Wilson Park Hotel. Em Santo Ângelo, no Caminho das Missões, na Tenda da Terra e em breve na loja de chocolates Kemper Haus. Em São Luiz Gonzaga, as coleções estão disponíveis no bazar Cinelândia. Na cidade de Cerro Largo, podem ser adquiridas na Cooperativa de Artesanato.

As coleções também estarão presentes em diversos eventos da Região. O próximo será o Festival Cidade das Tortas, de 2 a 7 de setembro, em Santo Ângelo. A comunidade poderá conhecer a nova coleção e adquirir os produtos.

Além dos pontos físicos, haverá a venda das peças através do site www.artesanatomissoes.com.br, que está em construção. Outra iniciativa é o catálogo de produtos para lojistas, entidades e pessoas interessadas em adquirir os produtos, que deverá ser lançado em breve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.