Natalenses aprovam o Grande Desfile do Natal em Natal

O encanto e a magia do período natalino fascinam o gênero humano desde tempos imemoriais. Traduzir o espírito do Natal em um espetáculo coreográfico foi o desafio proposto pela atual gestão municipal ao iniciar em 2009 o Grande Desfile do Natal em Natal. A terceira edição do cortejo estreou ontem (26), na Rua Tairi, no entorno da praça Pedro Velho (Praça Cívica), e encantou público que acompanhou extasiado durante cerca de 40 minutos a evolução dos integrantes das dez alas e sete carros alegóricos que compõem o desfile.

Na noite desta terça-feira (27), o espetáculo voltou a ser apresentado na sua segunda noite para deleite do público presente. Milhares de natalenses, pelos menos uns cinco mil, saíram de suas casas para prestigiar o cortejo e pela empolgação aprovaram o desfile, lotando as ruas no entorno da praça Pedro Velho, compreendendo as ruas Potengi e Trairi, além da avenida Prudente de Morais, que se transformam neste período do ano, num grande espaço para reunir famílias inteiras, onde as pessoas aproveitaram momentos de lazer e confraternização, de acordo com o espírito natalino.

São pais, filhos, netos, avós, além de casais de namorados, estudantes, que “invadem” num bom sentido, todos os espaços e além de acompanhar o desfile, também aproveitam as guloseimas das barracas de comida, para passear, conversar, tirar fotografias no monumento em forma de capela no meio da praça, enfim, viver com alegria e descontração o espírito natalino.

Foi o caso do garçon Regenilson Tayrone de Oliveira, que companhou a segunda noite do Grande Desfile de Natal, acompanhado da esposa Estela Cavalcanti de Oliveira e suas duas filhas de 6 e 7 anos. “Temos vindo todos os anos ao desfile e este ano nos encantou ainda mais, não só pela beleza da produção, mas também pela organização ao redor da praça, da iluminação, o que nos faz viver um verdadeiro natal na nossa cidade”, destacou Regenilson Tayrone.

A iluminação instalada no entorno da praça, decorada com sinos e um monumento em forma de capela na sua área central, que serve de cenário para fotos da população, deram realce ao evento e que foi bem lembrado pela família entrevistada. Além disso, a praça Pedro Velho está passando por uma reforma, com a troca de mais de duas mil pedras portuguesas do piso, além da fonte que será revitalizada.

Balé Bolshoi

E entre os cerca de 300 integrantes que dão vida ao desfile, alguns estão se destacando na Companhia Jovem da Escola do Teatro Bolshoi do Brasil, sediada na cidade de Joinvile/ Santa Catarina. É o caso do natalense Cosme Gregory, de 23 anos, que está na companhia catarinense há cinco anos. “Tem sido uma experiência maravilhosa para mim, por conta do grande aperfeiçoamento que alcancei de tudo que aprendi como bailarino em Natal”, disse Cosme Gregory, que abre o desfile como um dos anjos anunciadores do natal.

Outra natalense que participa do Bolshoi e integra o desfile na mesma ala de Cosme é a também natalense Josemara Macedo, de 18 anos, que está estudante em Santa Catarina há dois anos. “O Bolshoi brasileiro é uma filial da grande companhia russa do mesmo nome e para mim é uma oportunidade única de grande aprendizado e aperfeiçoamento”, destacou Josemara, que em 2012 ingressará na AMA Companhia de Dança, também de Santa Catarina.

Mas não é só eles dois que se destacam no Bolshoi e que participam do Grande Desfile de Natal. Yasmin Melo, de 13 anos, já está na companhia catarinense há um ano, ela que desfila como a bailarina da caixa de música do carro de Papai Noel. E não para por ai, pois no próximo ano as gêmeas Meiriane e Meiriele Gonçalves, de 17 anos, estudarão no Bolshoi. Já Breno Lucena, de 16 anos, irá para o Herald Conservatorium, na Flórida, Estados Unidos. Eles três também participam no desfile na ala dos espíritos anunciadores do natal.

E fechando a apresentação em grande estilo, 25 catadores de materiais recicláveis da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Desenvolvimento Sustentável do Rio Grande do Norte (Coocamar), que desfilaram num carro arquibancada. “Estamos mostrando ao público a importância da reciclagem do lixo para qualidade de vida da população”, destacou na vice-presidente da Coocamar, Rosileide Manso.

E além de tudo isso, o diretor do espetáculo e coreógrafo, Dimas Carlos, misturou em meio a José, Maria, Jesus, os três Reis Magos, o Papai Noel, palhaços pernas de pau, malabaristas, anjos, crianças, cadeirantes, encantando o público na magia da inclusão através da arte e da responsabilidade sócio-ambiental.

O desfile

“A Estrela do Natal – Esperança” é o tema do desfile que está dividido em dois momentos: o primeiro, religioso, é uma viagem a períodos da arte, como o gótico e a renascença. No segundo momento, o espetáculo aborda a solidariedade natalina representada pelo Papai Noel e a confraternização entre familiares e amigos com a troca de presentes. O Grande Desfile é permeado pela música de compositores clássicos.

As cenas natalinas retratam fatos e figuras simbólicas do nascimento do Menino Jesus. O folclore e a cultura popular também não foram esquecidos pela direção. Cento e setenta bailarinos do Corpo de Baile do Ballet Municipal e do Balé Popular de Natal, que fazem parte da Fundação Cultural Capitania das Artes, participam do espetáculo. Abrilhantaram, ainda, o cortejo os componentes da Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão (EDTAM). Juntaram-se a eles integrantes de três quadrilhas tradicionais da cidade, totalizando 350 participantes no desfile.

Dez alas, com sete carros alegóricos, sendo dois deles formando um vitral gótico, encantaram o público. As fantasias do Grande Desfile do Natal em Natal levam a assinatura do figurinista Di Carlo e os adereços estão sob a responsabilidade de Eudes Cunha.

Fotos: José Aldenir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.