Natal será a escala mais importante desde a década de 20 do Raide Latécoère


          A Prefeitura do Natal, através da secretaria municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seturde) abraçou o projeto apresentado pela pesquisadora Mônica Correa para tratar da vinda dos franceses membros da Associação Aerocclube Pierre-Georges Latécoère, entre os dias 14 e 16 de maio, para o Raide Latécoère, quando aviadores franceses chegarão a Natal vindos de Buenos Aires.
        O evento acontece desde 2007 e tem como objetivo promover a história das linhas aéreas e de seus agentes, divulgando para um maior número de pessoas através das escalas aéreas para identificar os vestígios da antiga Aéropostale francesa. Este ano, cinco cidades serão escalas, dentre elas: Pelotas, Florianópolis, Santos, Rio de janeiro e Natal. As escalas visitadas devem ser incluídas no inventário que irá propor a Unesco o tombamento universal do patrimônio e, em Natal o principal monumento a ser citado deverá ser o Museu da Rampa. A solenidade da abertura para marcar o evento em Natal será marcada pela palestra da pesquisadora Mônica Correa que irá tratar sobre o apanhando histórico da Aéropostale, considerada a epopeia do século XX e os benefícios e vestígios presentes na cidade.
            Segundo o secretário Fernando Bezerril, a Prefeitura do Natal, através da Seturde, tem total interesse em promover este projeto e fará o que for necessário para a recepção e inclusão de Natal nesse projeto em curto e longo prazo. Participaram ainda da reunião o deputado estadual Hermano Morais e o seu assessor, Carlos Eugênio, além do chefe de gabinete da Seturde, engenheiro, Marecelo Alvim.
            A pesquisadora Mônica Correa após o término da reunião elogiou muito a cidade do Natal pelo potencial turístico que possui e pela receptividade e acolhimento para com os turistas que vêm de todas as partes do país e do mundo e afirmou que “Natal tem um potencial turístico incontestável. O turismo cultural será, sem dúvida, o turismo do futuro aqui em Natal”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.