Museu do Amanhã funcionará durante o feriado de Carnaval no Rio de Janeiro


 O Museu do Amanhã funcionará durante todo o feriado de Carnaval, sem o fechamento rotineiro de segunda-feira. Serão 13 dias seguidos de Museu aberto a cariocas e turistas, de 22 de fevereiro a 6 de março. Os visitantes poderão explorar a exposição principal e a mostra temporária “Fruturos – Tempos Amazônicos”, que traz, ao longo de sete áreas, a grandeza, a biodiversidade e o conhecimento presentes no maior bioma tropical do mundo. O público poderá se sentir parte da floresta a partir da ambientação, com atividades interativas, elementos que revelam a diversidade da Amazônia e a atmosfera sonora da região. Na tradicional exibição de longa duração, é possível percorrer uma narrativa estruturada em cinco grandes áreas: Cosmos, Terra, Antropoceno, Amanhãs e Nós, que somam mais de 40 experiências disponíveis em português, espanhol e inglês.
 Serviço
 Museu do Amanhã
 Endereço: Praça Mauá, 1 – CentroFuncionamento durante o Carnaval: de 22 de fevereiro a 6 de março, das 10h às 18h (última entrada às 17h)Ingressos: os ingressos para o Museu do Amanhã devem ser comprados exclusivamente pelo site da Eventim, e os valores praticados são de R$ 30 para a inteira e de R$ 15 para a meia-entrada. Cariocas e moradores do município do Rio pagam meia.Protocolos de segurança: o Museu do Amanhã exige a apresentação do comprovante de vacinação e a utilização de máscaras, realiza medição de temperatura na entrada e disponibiliza álcool gel nas dependências.
 Sobre o Museu do AmanhãO Museu do Amanhã é um museu de ciências aplicadas que explora as oportunidades e os desafios que a Humanidade terá de enfrentar nas próximas décadas a partir das perspectivas da sustentabilidade e da convivência. Inaugurado em dezembro de 2015 pela Prefeitura do Rio, é um equipamento cultural da Secretaria Municipal de Cultura, que opera sob gestão do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG). Exemplo bem-sucedido de parceria entre o poder público e a iniciativa privada, o Museu já recebeu mais de 4 milhões de visitantes e conta com o Banco Santander como patrocinador máster, a Shell Brasil e ArcelorMittal como mantenedoras e uma ampla rede de patrocinadores que inclui IBM, Engie, Globo e Americanas, além do apoio de B3, EMS, EY, Booking.com, Carrefour e CSN. O Museu foi originalmente concebido pela Fundação Roberto Marinho.
 Sobre o IDGO IDG (Instituto de Desenvolvimento e Gestão) é uma organização social sem fins lucrativos especializada em gerir centros culturais públicos e programas ambientais. Atua também em consultorias para empresas privadas e na execução, desenvolvimento e implementação de projetos culturais e ambientais. Responde atualmente pela gestão do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, Paço do Frevo, em Recife, como gestor operacional do Fundo da Mata Atlântica e como realizador das ações de conservação e consolidação do sítio arqueológico do Cais do Valongo, na região portuária do Rio de Janeiro. Também é responsável pela implementação da museografia do Memorial do Holocausto, a ser inaugurado em 2022 no Rio de Janeiro. Saiba mais no link
 

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar serviços de assessoria de imprensa no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.