Mais de 3,1 mi de declarações do IRPF 2020 foram entregues no último dia

Tecnologias do Serpro garantiram recebimento de até 80 declarações por segundo e um crescimento de 55% na número de envios pelo aplicativo “Meu Imposto de Renda”
IRPF_1500x717.jpegApós a prorrogação de dois meses no prazo de envio do Imposto de Renda Pessoa Física 2020 (IRPF) pelo Governo Federal por conta da pandemia de Covid-19, terminou, na última terça-feira, dia 30 de junho, o período para a entrega do IRPF, com 31,980 milhões de declarações registradas pelos sistemas da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil, dsenvolvidos e produzidos pelo Serpro.Durante o período de entrega, iniciado em 2 de março, as declarações do imposto de renda puderam ser enviadas por meio do Programa Gerador da Declaração (PGD), do do Serviço “Meu Imposto de Renda (extrato da DIRPF) disponível no Centro Virtual de Atendimento (eCAC) e do aplicativo para dispositivos móveis “Meu Imposto de Renda”. “Em todo o momento,os sistemas se comportaram conforme o esperado, sem nenhum registro de incidente, mesmo trabalhando em ritmo intenso e de forma inédita, com a equipe em home office e com uma sala de monitoramento totalmente virtual, em função da pandemia”, ressaltou o diretor de Relacionamento com Clientes do Serpro, André de Cesero.O Serpro chegou a receber 80 declarações por segundo e mais de 3,1 milhões no último dia do prazo, sendo 30, 731 milhões pelo programa, 1,156 milhão pelo aplicativo para dispositivos móveis e 91 mil pelo Portal eCAC. O envio pelo aplicativo “Meu Imposto de Renda” superou em 55% a quantidade do ano passado, quando foram registrados 745 mil envios, revelando uma busca dos contribuintes por novas tecnologias e maior comodidade. O número de envios pelo programa utilizando certificado digital foi de quase 30 mil declarações.Pandemia“No decorrer do período de entrega das declarações, nos vimos em meio a uma pandemia, com medidas de isolamento social, então foi necessário prolongar por mais dois meses esse prazo. O Serpro atuou com a rapidez e habilidade costumeira para que não houvesse nenhum incidente técnico que interrompesse o processamento”, afirmou o secretário Especial da Receita Federal do Brasil, José Barroso Tostes Neto.A cada ano, o Serpro monta uma sala de monitoração da entrega do IRPF, que envolve cerca de 100 profissionais, de diversas áreas da empresa. Este ano, com a determinação do trabalho remoto em todo a empresa, foi montada uma sala de monitoração totalmente virtual. “Dezenas de painéis de monitoração foram configurados para permitir o acompanhamento remoto dos especialistas e, por intermédio da sala virtual, foi possível tratar todas as eventualidades ocorridas, principalmente, durante os últimos dias do prazo. A experiência se mostrou extremamente eficiente”, destacou André de Cesero.EvoluçãoA cada ano, o Serpro evolui os sistemas para que o cidadão possa declarar seu imposto de renda com comodidade, agilidade e segurança. Para o subsecretário de Arrecadação, Cadastros e Atendimento da Receita Federal do Brasil, Frederico Igor Leite Faber, o resultado tem sido expressivo. “Temos adotado medidas para facilitar a vida do contribuinte, como a Declaração Pré-Preenchida com informações relativas a rendimentos, deduções, bens e direitos e dívidas e ônus reais e que podem ser obtidas diretamente do PGD IRPF. É um importante instrumento que atende a nossa expectativa de facilitar cada vez mais a vida fiscal do contribuinte”.O trabalho continuaO Serpro agora irá fazer a recepção das declarações remanescentes, entregues fora do prazo, e retificadoras, caso o contribuinte tenha necessidade de retificar sua declaração. Quem não conseguiu entregar o documento já pode fazer a partir de hoje, 1º de julho: os sistemas estão prontos para processar as declarações.Este ano, o contribuinte que caiu em malha fina não precisa esperar a comunicação da Receita Federal para fazer a correção. “Cerca de 1 milhão de declarações apresentam inconsistências como divergências de rendimentos e despesas médicas. Esses contribuintes já podem fazer as retificações e, se for o caso, apresentar os comprovantes necessários por meio virtual”, pontuou Tostes.Os sistemas já permitem também a consulta à restituição disponibilizadas desde maio. A projeção é de que cerca de 19 milhões de contribuintes possuam saldo a receber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.