LATAM transfere documentos de voo para iPads e deixa de imprimir mais de 6 milhões de folhas de papel por ano no Brasil

Companhia digitalizou todas as informações e documentos que eram acessados
por pilotos em aproximadamente 40 folhas impressas a cada voo

Investimento em sustentabilidade reduz o peso embarcado nas aeronaves e, consequentemente, evita a emissão de mais de 5 mil toneladas de CO2 por ano

Projeto está alinhado à estratégia de reduzir as emissões e de tornar LATAM uma companhia com zero resíduos enviado para aterros sanitários até 2027

 Para tornar as suas operações ainda mais eficientes e reduzir o seu impacto ambiental, a LATAM acaba de concluir o processo de digitalização da documentação utilizada pelos pilotos em seus voos domésticos no Brasil. Na prática, a companhia deixará de imprimir mais de 6 milhões de folhas de papel por ano. Isso porque transferiu para iPads adaptados todas as informações e documentos que eram acessados pelos pilotos em aproximadamente 40 folhas impressas a cada voo.

A inovação foi autorizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e até o fim de 2023 deve estar disponível também nos voos internacionais e cargueiros da LATAM. Além de eliminar a impressão de papel, o investimento em sustentabilidade reduz o peso embarcado nas aeronaves e, consequentemente, evita a emissão de mais de 5 mil toneladas de CO2 por ano.

“Antes de realizar um voo, cada piloto recebe uma pasta com documentos essenciais para aquela operação. São informações sobre o plano de voo, aeroporto de origem, destino, meteorologia, dados de performance e balanceamento da aeronave que totalizavam uma média de 40 folhas por voo”, explica Harley Meneses, diretor de operações da LATAM Brasil. “O que fizemos agora foi ampliar o uso de uma tecnologia que implementamos nas aeronaves em 2017 com a instalação de chips nos iPads e softwares absolutamente seguros e que permitem acesso a esses documentos com mais agilidade, praticidade e sustentabilidade ao eliminar o papel”.

A primeira fase do projeto aconteceu em julho de 2017, quando a LATAM eliminou os manuais impressos de pilotos em todas as suas aeronaves do Brasil com a instalação de iPads nas cabines de comando dos aviões. Agora, a companhia ampliou o uso dessa tecnologia com a instalação de chips e softwares em mais de 400 iPads que permitem aos pilotos o acesso a toda a documentação do voo sem a necessidade de papel em qualquer lugar do mundo.

O projeto está alinhado à estratégia de sustentabilidade da LATAM nos pilares de Mudanças Climáticas, com o uso de novas tecnologias para reduzir as emissões da companhia e garantir sua eficiência, e de Economia Circular, com o compromisso de ser um grupo com zero envio de resíduos para aterros sanitários até 2027.

DIGITALIZAÇÃO EM OUTROS PROCESSOS DA COMPANHIA

Em setembro de 2022, a LATAM também eliminou registros impressos de todos seus processos de manutenção de aviões e componentes aeronáuticos no Brasil. Desta forma, os mecânicos da companhia passaram a utilizar um sistema eletrônico para os registros de suas atividades, deixando de imprimir somente com este processo 3,36 milhões de folhas de papel por ano.

Em dezembro do mesmo ano a companhia eliminou os manuais impressos de comissários de todas as suas aeronaves no Brasil. Todos os tripulantes agora acessam o documento, que tem como objetivo estabelecer e padronizar normas e procedimentos ligados à operação e segurança das aeronaves da companhia, de forma mais eficiente e rápida diretamente em seus celulares corporativos, distribuídos pela LATAM para mais de 3.400 comissários no País. Os manuais impressos de comissários serão retirados de todas as aeronaves da companhia no Brasil até o fim de dezembro, e essa digitalização permitirá à LATAM deixar de imprimir 1,8 tonelada de papel e de emitir 362 toneladas de CO2 por ano.

Somadas todas essas iniciativas, a LATAM deixa de imprimir mais de 45 toneladas de papel por ano e de emitir mais de 5 mil toneladas de CO2 por ano no Brasil.Software instalado em iPads disponibiliza todas as informações e documentos que eram acessados pelos pilotos em aproximadamente 40 folhas impressas a cada voo
(Imagem: Divulgação LATAM)São informações sobre o plano de voo, aeroporto de origem, destino, meteorologia, dados de performance e balanceamento da aeronave (Imagem: Divulgação LATAM)

Sobre o Grupo LATAM

A LATAM Airlines S.A. e suas subsidiárias são o principal grupo aéreo da América Latina, com presença em cinco mercados domésticos da região: Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru, além de operações internacionais dentro da América Latina e para Europa, Oceania, Estados Unidos e o Caribe.


O grupo LATAM possui uma frota de aeronaves Boeing 767, 777 e 787 e Airbus A321, A320, A320neo e A319.


LATAM Cargo Chile, LATAM Cargo Colômbia e LATAM Cargo Brasil são as subsidiárias de carga do grupo LATAM, possuindo uma frota combinada de 19 aeronaves de carga. Essas subsidiárias de carga contam com acesso as aeronaves de passageiros do grupo e operam na rede do grupo LATAM, bem como em rotas internacionais exclusivas para transporte de cargas. Além disso, oferecem uma infraestrutura moderna e uma ampla variedade de serviços e opções de atendimento para atender às necessidades de seus clientes.

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar varios serviços no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!