LAMEC REUNIRÁ O MERCADO DE EVENTOS LATINO-AMERICANO NO BRASIL

Conferência receberá cerca de 400 participantes e apresentará cases de marcas como SAP, Procter & Gamble, Red Bull, e SWU, além de Olimpíadas de Inverno (2010), Copa do Mundo (2010) e Olimpíadas de Verão (1992). Inscrições seguem até sábado (10)

Profissionais de toda a América Latina estarão reunidos no 1º Latin American Meetings and Events Conference (LAMEC), que acontecerá no dia 12 de dezembro, no Hotel Unique, em São Paulo. Promovida pelo capítulo brasileiro da Meeting Professionals International (MPI), maior entidade de estrategistas e pensadores de eventos do mundo, a conferência será sustentada por pilares de tecnologia, educação e marcas, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento profissional e potenciais oportunidades de negócios.

De acordo com Elizabeth Wada, presidente do MPI Brazil Chapter, as apresentações do evento serão divididas em sessões simultâneas, permitindo que cada participante desfrute do tema de interesse. “Esperamos receber aproximadamente 400 profissionais. Por isso, optamos por esse conceito e dividimos a programação nas salas Eventos Como Plataforma de Construção de Marcas (A), Tecnologia (B) e Tendências que impactam carreiras (C)”.

Segundo a International Congress and Convention Association (Icca), o Brasil se mantém pelo quarto ano consecutivo entre os dez principais destinos para a realização de feiras e congressos internacionais do mundo, com 275 eventos. Desde 2003, esse número aumentou mais de quatro vezes, pois eram apenas 62. “A boa saúde da economia brasileira faz com que o mercado nacional também aqueça, especialmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. O LAMEC é o encontro mais importante da entidade na América Latina”, disse Wada.

A programação iniciará às 8h00, com credenciamento seguido de café da manhã. A abertura do evento terá Caio Carvalho, presidente da SP Turis, Fábio Giambiagi, economista do BNDES, e Sérgio Fausto, superintendente executivo do Instituto Fernando Henrique Cardoso, que analisarão o Panorama Político-Econômico da América Latina, inclusive sob a ótica do turismo.

Às 18h, o evento será encerrado com o debate As Melhores Práticas dos Três Continentes – O Aprendizado Deixado pela Copa do Mundo e Jogos Olímpicos. A sessão irá expor os cases Olimpíadas de Inverno (2010), Copa do Mundo (2010) e Olimpíadas de Verão (1992), visando fornecer conhecimento e insights para a Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016 no que diz respeito à organização de eventos. Participam Walt Judas, representante do Turismo de Vancouver, Nomasonto Ndlovu, da África do Sul, e, virtualmente, Airy Garrigosa, do Barcelona Convention Bureau. A conversa será mediada por Caio Luiz de Carvalho, presidente da SPTuris.

Iniciando os trabalhos do track de Tecnologia, especialistas abordarão os temas Mobile Solutions para Eventos e Redes Sociais Amplificam Eventos, a partir das 10h. Leo Xavier, presidente do Grupo Pontomobi, e o americano Thomas Hallin, presidente da HTH Business Solution, comentarão sobre a criação de softwares específicos para eventos e como obter retorno sobre o investimento. Na seqüência, o diretor do Campus Party, Mario Teza, explicará como as redes sociais podem potencializar os resultados dos eventos. A sessão de marcas será aberta por Leonardo Ganen, presidente da Geo Eventos, Bazinho Ferraz, da XYZ Live, e Fernando Altério, da Time For Fun, expondo a visão dos grandes produtores de eventos na construção de marcas. No mesmo momento, na sala C, Elizabeth Wada irá apresentar os resultados da pesquisa O Impacto Econômico dos Eventos, encomendada pela entidade.
Às 14h, o especialista sênior de marketing da empresa SAP, Mathias Sondermann, virá da Alemanha para apresentar o case Saphire Now, um dos maiores cases de eventos híbridos do mundo digital. A inovação fundiu evento tradicional com internet, televisão e mídias sociais, capaz de ligar dois continentes, sete cidades satélites, 16 mil presentes e 35 mil participantes online. A renomada autora e estrategista de eventos, Mary Boone, também participará, virtualmente.

Simultaneamente, será reforçada, na sala C, a importância dos certificados no setor de eventos. O Chief Development Officer da MPI, Didier Scaillet, e Elizabeth Wada discorrerão sobre desenvolvimento profissional e internacionalização de empresas, introduzindo os últimos certificados do setor, como o Meeting and Business Events Competency Standards (MBECS) e o Global CMP (Certified Meeting Professional).

Das 12h às 14h, haverá Sessão Geral com almoço e debate sobre Eventos Que Impactam Uma Sociedade em Transformação. Os convidados são o publicitário Paulo Lima, da Trip Editora e idealizador do Premio Trip Transformadores, Rene Silva, ativista social carioca, criador do jornal ‘A Voz da Comunidade’, Bazinho Ferraz, presidente da XYZ Live, e o diretor da virada cultural, José Mauro Gnaspini. A moderação será de Sidney Alonso, fundador e presidente da Avant Garde.
Na sequência, a sala A retoma as apresentações com o estudo de caso da Red Bull, com Pedro Navio (head América Latina), marca que se destaca por seus eventos, Procter & Gamble, representada por Gabriela Onofre, diretora de comunicação, e SWU, com a gerente de sustentabilidade e curadora do Fórum Global. O diretor de comunicação da MPI Brazil Chapter, Maurício de Almeida Prado, fará moderação.

O track Treinamento Global apresentará As Melhores Práticas, Técnicas e Recomendações em Gestão de Compras para Eventos, com Sandra Pires, gerente de eventos da Syngenta Proteção de Cultivos, e Larissa Macaferri Licatti, líder de compras de Marketing e Comunicação para América Latina da IBM. A programação completa pode ser vista no www.mpilamec.com.br e está sujeita à alteração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.