França e Brasília se aproximam para impulsionar o turismo


Novo voo de empresa aérea para a capital do país revela um aumento da demanda de visitantes internacionais. Estima-se que 218 mil turistas franceses vieram ao Brasil em 2012

Os franceses estão entre os nacionalidades que mais visitam Brasília a negócios. Eles ocupam a terceira posição, atrás dos norte-americanos e argentinos, de acordo com estudo da Demanda Turística Internacional, do Ministério do Turismo. Com o propósito de atender a uma demanda crescente de deslocamento entre os dois países, a empresa aérea Air France começará a operar voos de Brasília para Paris, a partir de 31 de março.
De acordo com o último estudo sobre a visita de estrangeiros ao país, estima-se que 218 mil turistas franceses vieram ao Brasil em 2012, um aumento de 9,5% em relação a 2010. O aumento coloca a França como oitavo emissor de turistas internacionais para o Brasil. Em contrapartida, em 2012, 500 mil brasileiros viajaram para a França.
“Certamente a presença da rota irá impulsionar ainda mais o turismo e os negócios. O Brasil já coopera com a França na área de educação por meio do programa Ciência sem Fronteiras, saúde para produção de medicamentos e pesquisas  e ciência e tecnologia e, com o novo voo, outras vertentes podem se abrir”, afirma o ministro do Turismo, Gastão Vieira. A França é o 4° maior investidor no país, sendo os seus investimentos no Brasil superiores àqueles na Rússia, na Índia, na China e na África do Sul, juntos. Várias empresas francesas presentes no Brasil instalaram centros de pesquisa de nível mundial no país.
Os franceses gastam em média US$ 106 por dia em viagens a negócios no país, um gasto considerável, já que a média dos gastos de estrangeiros a negócios é de US$ 120, de acordo com o estudo
Em visita ao país em dezembro de 2013, o presidente da França, François Hollande, se mostrou interessado em estimular o intercâmbio de bolsistas brasileiros de graduação e pós em universidades e centros de pesquisa do país. Também afirmou ter a intenção de criar um programa férias-trabalho para jovens brasileiros e franceses que queiram viajar por até um ano a turismo e trabalhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.