Especialistas nacionais e internacionais discutem projetos de Comunidade Planejada


Entre 17 e 19 deste mês (outubro), será realizada a 3ª edição do COMPLAN – Seminário de Comunidades Planejadas, o maior evento brasileiro com enfoque em Comunidades Planejadas, no Hotel Vila Galé Eco Resort do Cabo, em Cabo de Santo Agostinho-Pernambuco.  Durante o encontro, especialistas de referência nacional e internacional no mercado imobiliário irão destacar os mais relevantes aspectos dos projetos de construção planejada, com exemplos de diversos cases de sucesso em Comunidades Planejadas dentro e fora do Brasil. Serão exibidos empreendimentos nos moldes das construções planejadas situados em São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Alagoas, a exemplo do Bairro Planejado Jardim das Perdizes- SP; projeto de Bairro Multifuncional São José Empresarial -SP; Bairro Planejado Granja Marileusa- MG; Bairro Inteligente Vívea Nova Camaçari- BA, e Iloa Resort e Residence, situado em Barra de São Miguel, no litoral Sul de Alagoas.
O COMPLAN é promovido pela ADIT Brasil – Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil, e inclui em sua programação, a apresentação de grande Seminário, Workshops e Visita Técnica à Reserva do Paiva, para a observação do bairro 100% planejado, com edificações de casas e apartamentos em uma área de 526 hectares, localizado no litoral Sul pernambucano. O empreendimento está em expansão, com a construção de complexos multiuso, com torres empresariais, mall e até o fim do ano serão construídos outros equipamentos e um hotel cinco estrelas.

Seminário:

Acontece nos dois primeiros dias do evento, com a exposição de 16 painéis abordando assuntos como: Posição do setor imobiliário acerca da Lei 67.66/79, cases nacionais e internacionais de Comunidades Planejadas, tecnologias utilizadas para as Construções Inteligentes, licenciamentos socioambientais, metodologia utilizada para o desenvolvimento e implantação de projetos de empreendimentos planejados e outros.
Alguns dos painéis exibidos no Seminário:
*Atualização da Lei 6.766:
A Lei 6.766, de 19 de dezembro de 1979, tem vários aspectos que merecem atualização. Quando sancionada, há mais de 30 anos, a Lei 6.766, que versa sobre o Parcelamento do Solo para Fins Urbanísticos, não se previa o advento das Comunidades Planejadas no cenário urbano do Brasil, além disso, no decorrer dos anos, a sociedade vem passando por muitas outras mudanças que precisam ser contempladas através de uma legislação mais segura e moderna, respaldando empreendedores e clientes do mercado imobiliário. O encontro vai servir para abordar os temas que precisam ser inseridos ou atualizados na legislação vigente, no que tange aos Loteamentos, como também, no que diz respeito às questões vinculadas às Comunidades Planejadas: Regularização dos Loteamentos Fechados; Regularização da Cobrança de Taxa Associativa de Loteamentos Fechados, e Condomínios e Lotes. Quanto à segurança jurídica dos empreendimentos planejados, um aspecto da norma urge harmonização: Compatibilizar os prazos das Licenças Ambientais, bastante curtos atualmente, com o longo tempo requerido para a execução desses projetos.
Data: 17/10
Hora: 14h – 16h e 16h30 -18h.

*Método Charrette – adaptações necessárias para se adequar ao Brasil:

A metodologia Charrette oferece uma versão avançada do rascunho, onde toda a informação necessária ao projeto de planejamento urbanístico é contabilizada através do envolvimento de vários profissionais com visões diferentes, que desenvolvem e apresentam suas propostas, mantendo comunicação constante entre eles, onde posteriormente toda informação é documentada e detalhada para uma apresentação final. É uma técnica usada para conduzir um processo de planejamento participativo, que se tornou parte integrante das ferramentas de design do Novo Urbanismo.
Como resultado desse intercâmbio de informações surge uma técnica mais rápida, mais sustentável e de menor custo de se planejar, que oferece agilidade para a execução do que se pretende. É sinônimo de um planejamento dinâmico, que visa a realização de um projeto urbanístico viável e adequado às necessidades dos vários stakeholders (qualquer pessoa ou organização que tenha interesse ou seja afetado pelo projeto). No Brasil, esta técnica serve para minimizar a interferência negativa ou a resistência que certos grupos mantêm a determinados projetos de grande impacto urbano e ambiental, pois a metodologia Charrette busca garantir a sinergia entre as partes “indiretamente” envolvidas nesses projetos e os profissionais em atuação.
Data: 18/10
Hora: 11h20 – 12h30.

*Como estruturar o relacionamento com a associação de moradores e minimizar a reação negativa dos stakeholders (nimbys – not in my backyard):

Expressão amplamente utilizada entre os americanos e urbanistas, o termo Nimbys- Not In My Backyard significa a oposição a certos projetos que possam ser prejudiciais ao seu entorno, a exemplo de grandes construções como a expansão de estruturas ou zonas como aeroportos, estradas e centros comerciais. No geral, esses projetos não prejudicam a população, mas recebem grande resistência populacional e de ambientalistas. No Brasil, verifica-se uma versão similar desse fenômeno oposicionista a certas obras, muitas vezes refletindo um conflito interesse de classes, próprio da realidade urbanística local.
Data: 18/10
Hora: 09h – 10h10
Conheça os nomes dos painelistas confirmados:
Andrea Druck –  Habitasul; Artur Parkinson – Parkinson Empreendimentos Imobiliários; Caio Portugal – AELO; Ivo Szterling – CIPASA Desenvolvimento Urbano; Angelo Bellelis – Cone S/A; José Carlos Martins – Câmara Brasileira da Indústria da Construção(CBIC); Marcus Araujo – Datastore; Paulo Toledo – Cia Inteligência e Coordenação; André Lompreta – De Fournier & Associados; Alejandro Moreno – Resort Condominius International (RCI Brasil); Ryan Clifton – EDSA; Mariangela Iamondi Machado – SECOVI/SP;  Sergio Vieira – Espírito Santo Property Brasil; Sérgio Villas Boas – Cipasa Desenvolvimento Urbano; Ciro Eloy – Costa Verbena; Thomaz Assumpção – Urban Systems; Margarida Caldeira – Broadway Malyan; Saulo Suassuna – Nova Desenvolvimento Imobiliária; Paula Peixoto – Iron House; Eduardo Eichenberger – Global Governance; Marcelo Lima – Odebrecht Realizações; Serapião Ferreira – Reserva Camará Complexo Multiuso; Juliana Castro – Jardins e Afins; Guilherme Takeda – Takeda Arquitetura e Paisagismo; Noaldo Dantas – Noaldo Dantas Planning & Consulting; José Rocha Filho – Núcleo Urbano; Francisco Costa Neto – Grupo Rio Quente Resort; Paulo Velzi – Sobloco Construtora S/A; Leandro Daher – Tropical Urbanismo; Raquel Dombroski – Ábaco Brasil; Hélio Mítica – Terra Urbanismo; Newton Ferrato – Sustentax; Rodrigo Hajjar – Grupo Brasilinvest; Sandra Pires Barbosa – Pires Advogados e Consultores; Luis Gonzaga Mayor – CBRE Consultoria do Brasil; Juliano Macedo – Mabu Hoteis; Vitória Régia Andrade – IAB/PE; Sergio Lopes – CDURP.

Workshops:
Várias conferências farão parte da programação do evento e acontecem dia 18/09, das 14h às 17h. 

Estratégia e Modelos Comerciais para Lançamentos Horizontais” será tema de um dos Workshops, com a participação de Paulo Toledo, profissional com 30 anos de experiência em produtos horizontais e Sócio Diretor da CIA Inteligência e Coordenação, como facilitador. A empresa CIA Inteligência e Coordenação já atuou em mais de 70 cidades brasileiras e ganhou duas vezes o Prêmio Master Imobiliário, em 2000 e 2012. Durante o Workshop, o especialista irá explicar, na prática, as etapas e modelos de comercialização (cotas, panela de pressão, pré-venda e vendas), suas vantagens e desvantagens, destacando quando e como devem ser aplicados.
Outro Worshop vai abordar o tema “ Masterplan: Conceitos e casos de sucesso pelo Brasil e no mundo, by Edsa“, com o arquiteto e paisagista Ryan Clifton como facilitador.  Através da empresa Edsa, localizada no Estado americano de Oklahoma, o especialista desenvolveu importantes projetos urbanísticos espalhados pelo mundo: Caribe, Ásia e América Latina. Ao longo da história, a Edsa foi homenageada em mais de 250 projetos. Em 2012, foi destinatária de treze prêmios por sua inovação em projetos urbanos. Durante o Workshop, serão exibidos cases de Comunidades Planejadas, Resorts e Empreendimentos de Uso Misto que levam a assinatura do profissional, alguns deles realizados no Brasil.

*Programação e temas sujeitos à alteração

Quem deve participar:

Investidores, incorporadores, construtoras, loteadores, instituições financeiras, proprietários de terras, redes hoteleiras, administradoras condominiais, urbanistas, arquitetos, engenheiros, consultores, escritórios jurídicos e empresários interessados nesse segmento de mercado.

SERVIÇO:
INFORMAÇÕES DO COMPLAN 2013
Datas – 17 a 19 de outubro de 2013
Local – Hotel Vila Galé Eco Resort do Cabo
Endereço: Av. Beira Mar, 750  –  CEP 54590-900 – Suape – Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco | Brasil

Inscrições: www.adit.com.br/complan   
Informações: [email protected]
Telefones: +55 82 3327-3465/ +55 82 9944-1364, falar com Srta. Liciane Costa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.