Empreender depois dos 50


O que fazer quando se tem mais de 50 anos e as oportunidades de emprego parecem ter desaparecido?
 Sempre que vemos ou ouvimos falar de empreendedorismo, logo vem à mente a imagem de jovens empreendedores. Sempre que se fala em contratar funcionários, as empresas focam em pessoas entre 20 e 35 anos, quase sempre, descartando funcionários com mais idade. Com o crescente número de desemprego no país, pessoas com mais de 50 anos encontram poucas oportunidades de serem inseridas no mercado novamente. Com isso, essas pessoas estão tendo que se virar do jeito que podem, e o caminho que estão encontrando é o de se tornarem empreendedores, abrindo seus próprios estabelecimentos para se manterem estabilizados financeiramente.
E se engana quem pensa que as pessoas com mais idade não são capazes de contribuir com as empresas e a economia do país. Uma pesquisa realizada pelo Sebrae aponta que 7% dos empreendedores brasileiros têm mais de 65 anos, isso representa cerca de 2,2 milhões dos novos empreendimentos no país.

Case de sucesso
Depois de ser desligado da empresa onde trabalhava por causa da crise, Luiz Eduardo Frare Ribeiro, de 50 anos, não se acomodou com a situação e resolveu tirar do papel um sonho guardado há anos. Sua ideia era de abrir um empreendimento de pizza cone, e ele não recuou por causa da concorrência. Foi observando as falhas e pontos fracos de seus concorrentes que ele estudou a melhor forma de abrir um estabelecimento que se destacasse no ramo, cobrindo essas falhas observadas.
Durante esse percurso de preparação da abertura da empresa, Luiz encontrou algumas dificuldades e percebeu que precisava de apoio, foi então que resolveu procurar a Incubadora de empresas de Lins, que é gerida pela Adetec (Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Lins). Depois de ter seu projeto apresentado e aprovado para incubação pelos conselheiros da Incubadora, o empresário tem recebido todo auxílio necessário. Luiz participa mensalmente de consultorias financeira e de mercado que dão a ele mais oportunidade de se profissionalizar e colocar em prática os conhecimentos adquiridos, de forma que possa alavancar o crescimento do seu empreendimento.
Entendendo que o país encontra-se num momento instável na política e economia e que o mercado de trabalho não tem dado tantas oportunidades para pessoas mais velhas, Luiz diz que a criação da sua empresa se deu tanto pela necessidade quanto pela oportunidade.

Vantagens de empreender depois dos 50

E quem não acha uma boa ideia empreender depois dos 50 anos está enganado. Flávio Anequini, gerente da Incubadora de Empresas de Lins, aponta que várias são as vantagens que acompanham esse feito. “A primeira delas é em relação à experiência, pois esse empreendedor já vem com uma rica bagagem de conhecimento. Com certa experiência, essas pessoas também possuem um bom networking, tendo o contato de diversas pessoas, de diferentes áreas e que podem contribuir para o crescimento desse empreendimento”, ressalta.
Pessoas com mais de 50 anos também já não acumulam tantas dívidas e isso ajuda muito, pois os gastos pessoais são bem menores do que no caso de empreendedores mais novos que estão começando a vida e adquirindo diversos bens materiais. Um último ponto, não menos importante, é que esses empreendedores mais velhos são mais respeitados nos ambientes de trabalho e isso se dá pela experiência e maturidade.

Sobre a ADETEC
A ADETEC é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos, que existe desde fevereiro de 2001, e que nasceu para apoiar iniciativas no domínio das políticas públicas na cidade de Lins (SP) e região. Ela é uma associação formada por empresas privadas, centros universitários e entidades do poder público, que trabalham com o objetivo principal de executar atividades relacionadas a desenvolvimento, tecnologia, empreendedorismo e inovação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.