É possível viajar com pouco dinheiro?

Fonte: Pexels

Muita gente pensa que viajar é sinônimo de gastar muito dinheiro, no entanto, esse pensamento é totalmente equivocado. Com um pouco de planejamento, além de ter como objetivo principal a realização desse sonho, é possível viajar gastando pouco.

Claro que são necessários alguns ajustes para conseguir realizar uma viagem, ainda mais sem causar rombos no seu orçamento. 

Primeiro que usar uma das ferramentas importantes da educação financeira, como um planejamento financeiro pessoal, pode fazer diferença em saber quanto será necessário desembolsar.

Se você quer saber mais como fazer para viajar com pouco e ainda não precisar passar nenhum perrengue, basta continuar deslizando para baixo e saber das nossas dicas! Vamos lá?  

Planejando uma viagem com pouco dinheiro

Qualquer processo que tenha dinheiro envolvido também tem nosso tempo e dedicação. Por isso, é importante saber quais são as suas prioridades e tê-las como lema para atingir seu objetivo. 

Primeiro, fazer um planejamento financeiro é de extrema importância, porque algumas renúncias serão feitas em nome da viagem. 

Além disso, ter organização com suas despesas te ajudará a não ter arrependimentos e muito menos, passar algum apuro.

Abaixo, seguem quatro dicas essenciais para a realização de uma viagem gastando pouco.

Anote todos os custos

Tenha uma planilha com todos os gastos da sua viagem. Poderíamos usar como exemplo o planejamento financeiro pessoal, que você precisa elencar e colocar todas as despesas mensais.

É importante lembrar que com todos esses valores anotados, a probabilidade de haver compras supérfluas e desnecessárias diminui muito. 

Outra vantagem é que você terá um controle eficaz de tudo aquilo que gastou, sem maiores surpresas ao retornar para casa.

Tenha um limite de gastos

É importante ter um orçamento fixo de gastos previstos. Isso pode te ajudar a economizar muito. 

A melhor opção é começar pelos custos mais básicos como passagens, hospedagem e alimentação. Após entender mais sobre essas despesas, será possível ter uma boa noção de quanto você gastará.

Esse orçamento será uma espécie de guia para sua viagem, na mesma proporção que um planejamento financeiro pessoal é usado para o seu dia a dia. 

Ele conseguirá te ajudar mês após mês a economizar, se será possível realizar alguma extravagância e assim por diante. Essa comparação serve da mesma forma para organizar os gastos da sua viagem. 

Pesquise as melhores oportunidades

Não podemos deixar de citar como a tecnologia pode ser extremamente útil para usufruir das melhores oportunidades na sua viagem. 

Usando sites de buscas, será possível simular preços de passagens – e saber sobre as datas mais baratas para viajar; comparar preços de hotéis e hospedagens como Airbnb; além de saber sobre informações úteis, como dias gratuitos para visitar museus, por exemplo. 

Procure alternativas de capital

Um dos pilares da educação financeira, além de tentar cortar despesas supérfluas e desnecessárias com o uso do planejamento financeiro pessoal, é maximizar formas diferentes de ter dinheiro.

E como será possível conseguir aumentar a sua receita? Parece complicado, ainda mais quando temos pouco tempo, mas vamos provar que é possível:

  • Se você tem habilidades culinárias, aproveite as horas extras para fazer algum quitute para vender aos conhecidos;
  • Caso você tenha um conhecimento específico de alguma área, que tal prestar algum tipo de consultoria?
  • Faça uma limpeza em seu armário e veja se é possível vender desapegos a um brechó. Hoje em dia, a moda sustentável está em alta e existe muita gente trabalhando nessa área.

Uma outra opção, mas que deve ser cogitada com cautela, é a solicitação de um empréstimo para pagar parte do valor da sua viagem.

É possível encontrar opções com taxas de juros baixas, mas essa opção só deve ser cogitada em último caso, principalmente quando se há urgência na realização de uma viagem e você não dispõe do capital imediatamente.

3 dicas para economizar na sua viagem

Pronto! Agora você está com seu planejamento financeiro certinho e já seguiu todos os tópicos listados acima. Mas como fazer para conseguir economizar na sua viagem? Veja essas três dicas preciosas que farão diferença:

  • Busque por locais que tenham a ver com seu padrão financeiro;
  • Procure viajar na baixa temporada;
  • Reduza seus gastos do dia a dia.

Procure destinos de acordo com seu orçamento

Dependendo da realidade econômica, viajar para os Estados Unidos ou grande parte dos países europeus não é a melhor escolha. A moeda brasileira está extremamente desvalorizada em relação às moedas desses locais.

Além disso, existem custos com visto, passaporte e a depender da cidade, a hospedagem ou a alimentação podem sair ainda mais caros.

Mas não desanime! Caso você queira viajar para o exterior, existem alguns destinos em que o custo de vida é barato e o real é valorizado em comparação à moeda do local. 

Não se esqueça também do nosso país. Existem inúmeras cidades brasileiras e para todos os perfis de viajantes. Aproveite a internet e pesquise em blogs de viagem para saber qual destino tem mais a ver com esse seu momento.

Viaje em baixa temporada

Optar por viajar fora das férias escolares ou feriados, não é só vantajoso do ponto de vista econômico como também em termos de tranquilidade.

Claro que itens como hospedagem e transporte são impactados diretamente pela baixa estação, mas você ganha também na qualidade da prestação de serviço. Afinal, imagine ter momentos tranquilos e com poucos hóspedes em um resort que costuma ser mais barato no mês de agosto? Isso não tem preço, não é mesmo?

Diminua com gastos habituais

Como já mencionamos anteriormente, são necessários ter alguns objetivos bem estabelecidos para realização de alguns sonhos. 

Por isso, através do seu planejamento financeiro pessoal você saberá que existem despesas que podem ser diminuídas ou, até mesmo, excluídas da sua vida. E através desse dinheiro “a mais” no final do mês, é que permitirá você atingir metas que pareciam impossíveis de realizar.

Dica bônus

Outra forma de economizar na sua viagem é utilizando as milhas do cartão de crédito. Caso você tenha um cartão que pontue, é possível utilizar as  milhas acumuladas ao longo do tempo para pagar sua passagem, parcialmente ou totalmente.

E caso você ainda não tenha um cartão de crédito com participação no programa de milhas, você pode procurar a melhor opção para você online. Através de um comparador de cartões de crédito você tem acesso a diversas opções de diferentes empresas.

Realizar com pouco

Infelizmente, ainda existe esse pensamento de que para viajar é preciso ser rico. Ao longo dos últimos 20 anos, muitos jovens e pessoas com perfis mais econômicos começaram a provar que isso não é verdade. 

O importante é estar atento a um planejamento financeiro pessoal e, dessa forma, realizar sonhos com foco, disciplina e organização.

Você concorda com a afirmação acima? Deixe nos comentários abaixo se sim ou não e o motivo para sabermos mais!

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar serviços de assessoria de imprensa no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.