DOAÇÕES CHEGAM A ENTIDADES DO ARTESANATO

O Programa RN+ Unidos, do Governo do Estado, já fez entrega de 400 cestas básica a entidades representativas do artesanato no interior e capital do Rio Grande do Norte para ajudar as famílias que dependem da atividade, uma das mais afetadas com os efeitos da pandemia na economia potiguar.

As cestas básicas foram distribuídas pela Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas) desde maio à Associação Rede de Sonhos, ArteMar, Federação dos Artesãos do RN nos municípios de Jardim do Seridó, Caicó, Currais Novos e Jucurutu, além da Associação das Bordadeiras de Timbaúba dos Batistas e Associação de Artesãos ASCVA de Assu. Há mais entidades cadastradas para recebimentomas as entregas dependem das doações feitas ao RN+ Unido.  

Grupos específicos e  categorias diversas, como artesãos, estão entre os alvos do RN+ Unido cujo esforço é compatibilizar as necessidades, gravidade da situação e maior vulnerabilidade face à Covid-19 como é o caso de grupos de risco como pessoas idosas e com baixa imunidade.

De caráter excepcional em razão da pandemia o RN+ Unido, de 25 de abril a 5 de julho,  entregou 3.823 cestas básicas , 1.004  kits de higiene e limpeza, 32.454 máscaras de pano e 1.512 litros de álcool 70º a 92 entidades em 19 municípios.

Além disso, o Governo por meio da Sethas e Governo Cidadão, viabilizou a criação da Rede Solidária de Confecção de Máscaras de Pano, onde muitos grupos de artesãos. A Rede vai produzir 150 mil máscaras em dez territórios em 33 municípios do Rio Grande do Norte e 50% da produção serão comercializados pelos próprios grupos e a outra parte será entregue à Sethas para distribuição no Programa RN+ Protegido, outra ação governamental que depende de doações.Todos as solicitações enviadas à Sethas são analisadas e, na medida da disponibilidade de cestas básicas, atendidas.

A equipe do Proarte (Programa do Artesanato do RN) da Sethas também atua na orientação aos artesãos neste momento. O Proarte já atendeu mais de 230 artesãos que procuraram a Secretaria para obter orientações de como acessar a renda emergencial. Outras ações no sentido de apoiar os artesãos nesta pandemia e no pós-pandemia estão em construção e serão divulgadas oportunamente, explicou a titular da pasta, Iris Oliveira.

A secretária da Sethas ressaltou que a distribuição de alimentos e itens de higiene pessoal e material de limpeza depende das doações feitas pela sociedade e empresas ao programa RN+ Unido, uma parceria do Governo com a Associação dos Supermercados do Rio Grande do Norte (Assurn).

Nos supermercados associados à Assurn há locais identificados onde as doações podem ser depositadas. O RN+ Unido conta com apoio do Ministério Público que fiscaliza a origem e o destino das doações executadas pela Sethas e Controladoria Geral do Estado. Toda logística de coleta, armazenamento e distribuição é feita pela Defesa Civil do Estado, Forças Armadas, Cruz Vermelha e Conab.

O Governo do Estado tem atuado em muitas ações, frisou a secretária Iris Oliveira. “Cabe lembrar a sua luta incansável para ampliar e ofertar a proteção e o atendimento à saúde, a luta para evitar o colapso do sistema público de saúde, ações estas que atendem aos artesãos e a todo cidadão e cidadã potiguar”.

“Salvar vidas tem sido o esforço incansável da governadora Fátima Bezerra sem descuidar também do atendimento aos impactos da pandemia e do isolamento social para as pessoas em situação de vulnerabilidade”, destacou.

Na área da assistência social outra frente de atuação do Governo do Estado foi a antecipação do cofinanciamento aos municípios do Benefício Eventual. O Governo está destinando aos Fundos Municipais de Assistência Social R$ 3,5 milhões (três milhões e quinhentos mil reais), os quais permitem aos municípios adquirir cestas básicas para atendimento à população que neste momento se encontra em insegurança alimentar, sobretudo aqueles e aquelas que já estavam em extrema pobreza como os beneficiários do Bolsa Família e população em situação de rua. Iris Oliveira complementou que o Benefício Eventual também cobre as necessidades com ataúde para quem precisar e demandar isso do município.

Na área de Segurança Alimentar o Governo do RN mantém em funcionamento duas relevantes ações:  o Programa Leite Potiguar mais conhecido como Programa do Leite e o Programa Restaurante Popular. Além disso está distribuindo kits de merenda escolar para os alunos de todas as escolas da rede estadual de ensino, iniciando o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA  Alimentos) e outras ações na área de segurança alimentar e agricultura familiar.

As cestas básicas do Programa RN + Unido dependem exclusivamente de doações da sociedade.  A  arrecadação de alimentos em uma campanha como esta, por mais que tenha uma grande solidariedade da sociedade, é lenta e insuficiente para atender uma demanda que é crescente, pontuou a secretária. A Sethas recebeu até agora mais de 300 pedidos que somam mais de 30 mil cestas básicas.

PROGRAMA

Os órgãos envolvidos na coordenação da campanha, a Sethas, a Controladoria Geral do Estado (CONTROL),Associação dos Supermercados do Rio Grande do Norte (ASSURN), Ministério Público do RN, a Defesa Civil, a Cruz Vermelha, a Conab, entre outros, se deparam com a difícil tarefa de  identificar as situações de vulnerabilidades mais graves, por exemplo: idosos, pessoas com HIV, indígenas, quilombolas, pescadores artesanais, pessoas que se encontram em acampamentos e ocupações urbanas, refugiados, dentre outros. Esses fazem parte de públicos atendidos até o momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.