Covid-19: dentista faz alerta sobre a transmissão do novo coronavírus pela saliva

A inalação de gotículas de saliva e de secreções respiratórias, que podem ficar suspensas no ar quando a pessoa com Covid-19 tosse ou espirra, é o principal meio de transmissão do novo coronavírus, responsável pela Sars-Cov-2. Para prevenção é importante que sejam adotadas medidas e é sobre isso que Rafaela Magda, dentista do Sistema Hapvida e mestre em odontologia esclarece. 

“Nós devemos ter cuidado com o compartilhamento de objetos pessoais como escova de dente, garfo, faca, copos e outros objetos que tenham contato físico com a saliva”, explicou. Além disso, é necessário sempre lavar as mãos com água e sabão, evitar permanecer em ambientes fechados com muitas pessoas e cobrir a boca e o nariz sempre que precisar espirrar ou tossir.

Esta forma de transmissão justifica o grande número de infectados pelo vírus e, por isso, foi declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a principal forma de transmissibilidade. Sobre isso a especialista reforça: “Temos que ter consciência que gestos simples como um beijinho, uma troca de carinho, um aperto de mão ou um abraço, também podem causar o contágio”, completou.

A patologia apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a maioria (cerca de 80%) dos pacientes com Covid-19 podem ser assintomáticos ou oligossintomáticos (poucos sintomas), e aproximadamente 20% dos casos detectados requer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória, dos quais aproximadamente 5% podem necessitar de suporte ventilatório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.