Costa do Marfim anuncia investimentos para atrair turistas

Legenda foto: O subdiretor de promoção da Costa do Marfim no exterior, Yao Gregroire, o diretor do Escritório de Representação do Turismo da Costa do Marfim no Rio de Janeiro, Jean Jacques Kouassi, o embaixador da Costa do Marfim, Sylvestre Aka, e o cônsul da Costa do Marfim, José Antônio Gonçalves.

A fim de atrair um maior número de turistas brasileiros e retomar relações com o Brasil, o Turismo da Costa do Marfim promoveu na segunda-feira(5)

no Windsor Atlântica Hotel, um workshop sobre o país. O Ministro da Costa do Marfim, Aké Charles, abriu o evento com uma apresentação sobre o país africano.

“A Costa do Marfim acabou de sair de uma crise política e hoje abre as portas para uma nova era renovando seus laços de amizade com todos os países e, em especial, o Brasil, um país que está em plena ascensão e tem tido grande desempenho na área econômica”, disse Aké Charles.

Com a recente política nacional implantada no país africano, o ministro acredita que, até 2015, a Costa do Marfim deve registrar a média de 500 mil turistas por ano, ultrapassando a marca de 200 mil visitantes que recebe anualmente. A expectativa é de que o número de turistas brasileiros no país cresça em 20%. A ideia, segundo o ministro, é criar um vôo charter entre Rio de Janeiro e a capital costa-marfinense Yamoussoukro, que deve entrar em operação em outubro do próximo ano, para que o país africano atenda a demanda do Turismo Religioso e de Negócios do Brasil.

Na lista de metas do ministro para o incremento de turistas brasileiros na Costa do Marfim, também está a construção de novos hotéis com padrão internacional, o investimento na capacitação de profissionais, a criação de um parque de diversões e a flexibilização das regras de obtenção de vistos. “Temos um acordo que exclui a necessidade de retirada de visto para os brasileiros detentores de passaportes oficiais. Para os que possuem passaporte comum, o visto é exigido, mas leva no máximo 48h para ser obtido”, explicou o ministro.

Na ocasião, Jean Jacques Kouassi, diretor do Escritório de Representação do Turismo da Costa do Marfim no Rio de Janeiro, inaugurado hoje pela manhã, lembrou aos agentes de viagens presentes a oportunidade de oferta da Costa do Marfim como destino turístico. “Com a instalação de nosso escritório, poderemos ajudar os agentes de viagens na organização de roteiros turísticos para Abidjan, capital econômica da Costa do Marfim”, adiantou Kouassi.

Após a apresentação, enquanto o percussionista costa-marfinense Gnapo Gnepa mostrava aos convidados um pouco da música do país, modelos brasileiras desfilavam peças desenhadas pela estilista Yapo Michelle, da Costa do Marfim.

Na ocasião, foi realizado um sorteio de uma viagem para o país africano com todas as despesas pagas e com direito a levar um acompanhante. Ao final do evento, um coquetel foi servido aos convidados.

Sobre o turismo da Costa do Marfim

Conhecida como o coração econômico do Oeste Africano, a Costa do Marfim recebe, anualmente, cerca de 200 mil turistas, em sua maioria provenientes de países do Oeste Europeu como França, Inglaterra, Itália, Alemanha e Espanha.

O país de 22 milhões de habitantes atrai um número significativo de turistas interessados no processo de plantação, cultivo e colheita de produtos, destacando-se no segmento de agroturismo. O Turismo Religioso é outra opção oferecida pela Costa do Marfim, com destaque para a Basílica de Nossa Senhora da Paz, localizada em Yamoussoukro, capital administrativa do país.

A Costa do Marfim conta com nove parques nacionais de grande porte, que atraem visitantes em busca de atividades de ecoturismo, além de possuir cerca de quinze praias, concentradas no litoral sul do país.

Detentora de moderna infraestrutura, a Costa do Marfim dispõe de hotéis de nível internacional e conta com três aeroportos internacionais (Abidjan, Bouaké e Yamoussoukro) além de dois portos, sendo um deles, localizado em Abidjan, o segundo maior da África Subsaariana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.