COPA DO MUNDO : Rússia 2018, terá menos estádios

O ministro de esportes Vitaly Mutko revelou planos para reduzir a quantidade de estádios que sediariam a Copa do Mundo FIFA 2018

A candidatura da Rússia, que teve como concorrentes as de Espanha/Portugal, Bélgica/Holanda e Inglaterra na briga pelo direito de sediar a Copa do Mundo, possuía originalmente 16 estádios em 13 cidades. Mas o ministro de esportes Vitaly Mutko disse à agência Reuters que a quantidade deve ser reduzida: “Doze é um número mais prático por que quando mais cidades tivermos envolvidas maior é o custo de sediar o torneio. Nós não tomamos a decisão final e em teoria todos os 16 estádios (originais) ainda têm chance de serem escolhidos. Mas no final não devemos ter mais de 13 estádios”.

Mutko disse ainda que o Estádio Olímpico Luzhniki, de Moscou, com 84 mil assentos, possivelmente sediará a final da Copa e uma de suas semifinais, com a cidade de São Petersburgo sediando a outra semifinal. “Somente Moscou possui três estádios, mais outro fora da cidade”, ele comentou. “Eu acho que é muita coisa. Nós não deveríamos ter mais do que dois estádios sediando jogos da Copa em Moscou”.

O secretário geral da FIFA, Jérôme Valcke, havia anteriormente saudado os preparativos iniciais da Rússia para a Copa do Mundo de 2018, classificando-as como “notáveis”. Com o torneio ainda a sete anos de sua realização, Valcke revelou que a seleção das doze cidades seria finalizada até março de 2013, no mais tardar, com inspeções e análises detalhadas sendo realizadas até então.

fonte_ Diário de Negócios Soccerex

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.