Carnaval antecipado, só mesmo em Vitória do Espírito Santo, agende 2015!

 Vista do Convento da Penha

 Vila Velha

 Vista do Convento da Penha


 Convento da Penha.

Press trip- Jornalistas de todo o país, os assessores Fabrício e Tânia e o super secretário de turismo do Estado do ES, Alexandre Passos que acompanhou o grupo num tour

Se você ainda não tem idéia onde passar o carnaval no ano que vem, que tal antecipar e já pensar no carnaval de Vitória, no Espírito Santo? . Um novo lugar, diferente dos demais estados brasileiros. Parece algo longe, mas vale a pena pensar deste já. Neste ano fui conhecer a convite da Secretaria de Turismo do Estado do ES e a prefeitura de Vitória  o famoso carnaval antecipado de Vitória que acontece todo ano antes do carnaval já no tradicional calendário. Neste ano aconteceu nos dias 20, 21 e 22 no Sambão do Povo com transmissão ao vivo da rede Band.

 Embarquei nessa pela primeira vez, e sem dúvida posso adiantar que foi uma grande experiência e fascinante lugar. Embarquei pela Tam num vôo pela madrugada pelas 5h e pouco da manhã, um vôo ótimo saindo de Natal com conexão no aeroporto do Rio de Janeiro, e final da manhã já estava lá desembarcando no aeroporto de Vitória, e já o pessoal me aguardava.  Passando pelos lugares , pelas avenidas pude observar a beleza da cidade, com suas praias, prédios, casas, shopping, hotéis, uma cidade acolhedora, povo simpático, bonito e tudo muito bom. Da janela do avião pude perceber o visual , aquele mar belíssimo.Adorei!..E sabe onde fiquei hospedada no Hotel Ilha do Boi, na Ilha do Boi cercada por casas lindas. E o hotel escola Senac, é demais, gastronomia dez, atendimento five star, e mais ,uma feijoada divina no sábado com batidinhas de frutas e coquetel sem alcool e sem falar nos quartos amplos e com toda infra estrutura, além da piscina super agradável e da vista deslumbrante da ilha. Imperdível, para embarcar nesta consulte seu agente de viagens.
Vitória bem localizada, visitada por muitos mineiros,cariocas e baianos, além de paulistas e muitos estrangeiros que vão em busca de novos negócios e participação em feiras. Sua beleza é tanta e sua semelhança com Copacabana em miniatura chega a chamar atenção, mas no entanto a cidade cresceu com suas pernas, e tem um estilo próprio. Os capixabas são adoráveis, são comunicativos, simpáticos e bonitos. E  a cidade em nada fica a desejar comparando com grandes centros como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A cidade oferece shoppings, restaurantes de gastronomia internacional, bares e agitos para a vida noturna.

 Piscina do hotel Ilha do Boi.

Galpão das Paneleiras

 Para quem vai visitar o Espírito Santo, vale a pena uma paradinha no galpão  das paneleiras. A visita ao galpão das paneleiras foi bem interessante. Pudemos conhecer e ter uma verdadeira aula de arte e cultura, e saber que ali tantas mulheres trabalham de gerações há gerações. Pessoas que há 43 anos ou mais trabalham no dia a dia, com produções desde 10 peças , com uma variedade enorme de panelas.

Saiba mais sobre as paneleiras

Moqueca e torta legitimamente capixaba têm de ser feitas em panela de barro, tradição centenária no Espírito Santo. A cerâmica em argila queimada era fabricada pelos índios ainda antes da colonização portuguesa. Esse fazer se mantém vivo graças às paneleiras, que, há várias gerações, continuam fabricando artesanalmente as autênticas panelas de barro.
Para manter viva a tradição da cultura capixaba, as Paneleiras de Goiabeiras receberam um novo galpão em novembro de 2011, construído pela Prefeitura Municipal de Vitória com repasse de verba federal do Ministério do Turismo.
O galpão tem 32 cabines, todas com bancada, armário e prateleiras individuais. O espaço é arejado e bem iluminado naturalmente. No segundo piso, existe uma lanchonete e uma área que permite aos visitantes visualizarem todo o trabalho nas cabines e ainda proporciona uma visão incrível para o mangue.
Houve poucas mudanças na produção das panelas de barro em mais de 400 anos. A feitura artesanal da panela de barro é uma das maiores expressões da cultura popular de Vitória e do Espírito Santo. A fabricação é predominantemente feminina e familiar, é um saber passado de mãe para filha há muitas gerações.

Endereço: Rua das Paneleiras, 55, Goiabeiras
Mais informações: (27) 3132-8351

Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 8 às 18 horas

Receita Torta Capixaba

Torta capixaba: veja a receita do tradicional prato da Semana Santa

Elizabeth Nader
Moqueca capixaba

Este prato é especialmente servido pelos capixabas por ocasião da Semana Santa.
Rendimento: prato para 6 pessoas.

Ingredientes
  • Cebola, alho, azeite doce, azeitona, limão, coentro, cebolinha verde, tomate a gosto;
  • ½kg de palmito natural previamente cozido;
  • 200gr de siri desfiado e cozido;
  • 200gr de caranguejo desfiado e cozido;
  • 200gr de camarão cozido;
  • 200gr de ostra cozida;
  • 200gr de sururu cozido;
  • 200gr de badejo desfiado e cozido;
  • 500gr de bacalhau desfiado e cozido.

Observação: Para cozinhar esses ingredientes, fazem-se as moquecas de cada um e retira-se todo o caldo, deixando-os o mais seco possível.

Modo de Preparo
  1. Prepare um refogado com cebolas, alho, pimenta, azeite doce, azeitonas e limão.
  2. Leve-o ao fogo com o palmito natural e espere até desaparecer a água e ganhar consistência.
  3. Junte, depois de limpos, desfiados, cozidos e espremidos, os ingredientes acima, mexendo até evaporar a água. Retire para esfriar um pouco. Misture uma parte da espuma de 6 claras em neve com as gemas.
  4. Quando se adicionarem os temperos aos mariscos, deve-se colocar o bacalhau para enxugar e dar liga à massa.
  5. Cozinhe à parte 6 ovos, que servirão apenas para enfeite juntamente com azeitonas e rodelas de cebola.
  6. Coloque a massa em uma panela de barro e a leve ao forno, retirando-a quando a espuma estiver bem coradinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.