Capacitar mão de obra para eventos esportivos é proposta de lançamento de curso de idiomas da FISK

“May I help you” é lançado para atender desde profissionais de turismo e hotelaria, como garçons, taxistas, recepcionistas, entre outros

No currículo, ter feito um curso de inglês já é quase obrigatório e pode significar um aumento de 30% a 50% nos salários dos profissionais que têm boa proficiência do idioma. O estudo divulgado em maio deste ano pela Global English aponta que de 105 mil profissionais de 152 países, apenas 7% afirmam ter domínio da língua e capacidade para usá-la no trabalho. Além disso, o nível de proficiência do Brasil é de 3,95 em uma escala que vai de zero a 10.
O Ministério do Turismo calcula que 600 mil estrangeiros circularão pelo Brasil durante os 30 dias da Copa em 2014. Movimento similar acontecerá no Rio de Janeiro durante as Olimpíadas 2016. A demanda gerada pelos megaeventos esportivos colabora para a criação de milhões de empregos no país e, neste cenário, comunicar-se em inglês será uma necessidade obrigatória. Atenta a este cenário, a rede de idiomas Fisk lança o curso de inglês “May I Help You?”, criado sob medida para atender a demanda específica dos profissionais que já atuam ou desejam atuar na recepção de turistas estrangeiros.
O curso é destinado aos profissionais das áreas de turismo, hotelaria, gastronomia, taxistas, monitores de museus, parques, voluntários, garçons, recepcionistas, entre outros. Com material didático exclusivo, capacitará o profissional a comunicar-se de forma eficiente em inglês nas diversas situações cotidianas de atendimento ao turista. O programa tem 36 lições divididas em dois módulos de 45 horas, 90h/aula, que enfatizam o aprendizado de 250 expressões e frases situacionais, 300 verbos e mil palavras.
Segundo Christian Ambros, diretor de marketing da Fundação Fisk, o crescimento e a procura de cursos de idioma já tem provocado efeito. De 2009 para 2010, já tivemos um aumento de 16%, e os profissionais têm buscado o aperfeiçoamento no idioma. “Estimamos crescimento de 20% já em 2012”, observa. “A maioria dos alunos enxergam o preparo antecipado, para atender eventuais oportunidades que possam surgir para trabalhar diretamente nestes eventos”, observa.
Os franqueados de todas as unidades da FISK no Brasil já começaram a divulgação, organizando parcerias com associações de logistas, cooperativas, entidades esportivas, redes hoteleiras, entre outras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.