CAJUEIRO DE PIRANGI GANHARÁ CARAMANCHÃO

Na última quinta-feira (22/12) foi apresentado e assinado na governadoria o plano de ações desenvolvidas para a proteção do cajueiro de Pirangi. Na apresentação do projeto arquitetônico foi lançada a solução emergencial para este verão, com o objetivo de desafogar o transito do litoral. A ação de emergência, prevê na primeira fase, a construção de caramanchão que vai suspender os galhos que ultrapassam a cerca do cajueiro em direção a Avenida Márcio Marinho. Na primeira etapa serão investidos R$85 mil reais, os recursos investidos serão da AMOPIN.
Fazendo parte da ação emergencial, estão a retirada de um oitizeiro e a poda de um cajueiro normal.

O diretor técnico do Idema, Jamir Fernandes, explicou que a implantação do caramanchão e a suspensão dos galhos não prevê poda da árvore. “Todo o processo de construção do caramanchão será feito de forma clara para que a sociedade possa acompanhar cada passo. Se começar a haver fratura nos galhos, suspenderemos o trabalho e buscaremos tecnologias e soluções para que não haja dano à árvore.” Finalizou Jamir Fernandes.

A Governadora Rosalba Ciarlini parabenizou a AMOPI (Associação dos Moradores de Pirangi do Norte) pela atitude tomada em defesa do Cajueiro, afirmando que esse será apenas o começo do trabalho, e que brevemente será realizado o restante do projeto com recursos já garantidos pelo Ministério do Turismo.

O presidente da Amopin, Francisco Cardoso falou da luta que vem enfrentando para defender e preservar o maior ser vivo frutífero do planeta, e informou que a elevação dos galhos do cajueiro vai deixar o crescimento da árvore mais lento. “Esta sim, é uma solução emergencial responsável, pois não é com a poda do cajueiro que irá ser resolvido o problema do trânsito causado em diversos gargalos do litoral sul”. Concluiu Cardoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.