Aldo Clemente defende liberação de serviço de delivery durante toque de recolher em Natal

O vereador de Natal, Aldo Clemente (PDT), defende a liberação do serviço de delivery durante o toque de recolher na capital potiguar. Atualmente a atividade está liberada pelo decreto estadual, mas não foi incluída entre os serviços liberados pela Prefeitura de Natal.

“Acredito que deve ter acontecido algum equívoco. Já entrei em contato com a Prefeitura e fiz um apelo para que o mais rapidamente possível possa ser corrigido. Os restaurantes e bares precisam dessa alternativa para conseguirem manter suas operações. Além disso, o delivery atende à população que está respeitando o isolamento em casa”, disse Aldo Clemente.

Ainda de acordo com o vereador, a Prefeitura tem se mostrado sensível às reivindicações da classe produtiva em meio aos problemas causados pela pandemia e há a possibilidade da questão sobre o serviço de delivery ser resolvida rapidamente. No primeiro final de semana com toque de recolher vários restaurantes da capital precisaram interromper o atendimento por delivery por exigência de fiscais que estavam obedecendo às regras do decreto municipal.

Cristina Lira Turismo

Cristina Lira - graduada em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) é baiana e radicada em Natal (RN), com cidadania portuguesa. Trabalha há mais de 20 anos com o turismo e adora o que faz: escrever, viajar e prestar serviços de assessoria de imprensa no segmento. Em 2008, criou o blog www.turismocristinaliranatal.blogspot.com, um sucesso, que migrou para o site www.cristinalira.com (Turismo por Cristina Lira). "Desde 2011, organiza o Encontro dos Profissionais do turismo com Cristina Lira (RN), em Natal e que já aconteceu em 7 cidades do Brasil , em Portugal e na Itália. O evento reúne empresários, profissionais do turismo e jornalistas para um momento de aprendizado e network. O próximo pode ser em sua cidade!. Neste espaço divulga as news do turismo do Brasil e do mundo. Confira e mande sua sugestão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.