ABAV/RJ realiza pesquisa sobre Turismo de Aventura

Com o intuito de obter informações mais precisas sobre o mercado de Turismo de Aventura, a Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio de Janeiro (ABAV/RJ) realizou junto a associados um levantamento sobre o segmento, que apresentou crescimento de no mínimo 10%, nos últimos dois anos, no estado do Rio de Janeiro.

“O Rio de Janeiro possui grande vocação para o Turismo de Aventura. A expectativa é de crescimento ainda maior para os próximos anos, já que esse segmento envolve atividades que vem ganhando normas técnicas cada vez mais sólidas e que abraçam a ideia de contato com a natureza, muito difundida atualmente”, acredita o presidente da ABAV/RJ, Luiz Strauss de Campos.

A pesquisa constatou que a maioria dos turistas de aventura, que vem ao estado por meio de agências de viagens, é de elevada escolaridade e está em viagem de lazer. Já a faixa etária dos visitantes é variada. Os turistas que têm entre 18 e 29 anos vêm em companhia de amigos, os de 30 a 39 anos visitam o estado juntamente com seus parceiros e os de faixa etária superior vêm acompanhados da família.

As atrações turísticas mais visitadas pelo público no Rio de Janeiro são as praias, o Parque da Catacumba, a Floresta e Maciço da Tijuca, Pedra Bonita, Pedra da Gávea, Morro da Urca e Pão de Açúcar. As atividades mais praticadas são o mergulho, escalada e voo livre (parapente e asa delta).

Além da cidade do Rio de Janeiro, os destinos fluminenses mais visitados pelos turistas de aventura são Arraial do Cabo e Costa Verde (Ilha Grande e Angra dos Reis). Grande parte dos visitantes nacionais vem de São Paulo e Minas Gerais. Já os turistas estrangeiros são, em sua maioria, de países europeus como Alemanha, França e Espanha.

Os destinos nacionais mais cobiçados pelos fluminenses que viajam em busca de turismo de aventura são Bahia (Chapada Diamantina, Itacaré e Caraíva) e Fernando de Noronha (Pernambuco). No âmbito internacional, o destaque vai para Nova Zelândia, Costa Rica e Austrália.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.