Abav 2011: Turista brasileiro está na mira dos destinos internacionais

Com 35 mil metros quadrados ocupados por empresas do setor de turismo, a Feira das Américas trouxe para dentro do Riocentro cerca de 60 representações internacionais. Destinos que estão investindo no bom momento da economia, que levaram os brasileiros, no primeiro semestre de 2011, a gastaram cerca de R$ 15 bilhões em viagens no exterior, segundo o Banco Central – aumento de 40% em comparação com ano passado.

Sede do Pan-Americano, o México está na feira apostando nos benefícios que essa exposição trará o país. “A cerimônia de abertura dos jogos foi um sucesso e serviu para mostrar que estamos preparados para receber os turistas. Temos toda uma área com praia e também muita cultura”, disse Indira Franca, diretora de Relações Públicas e Eventos do governo mexicano. “Acreditamos muito no mercado brasileiro. O número de turistas vindos do Brasil cresceu bastante. A Ministra de Turismo mexicano liberou uma permissão de um mês no país para que não haja a necessidade de tirar visto”, acrescentou.

Destino preferido dos brasileiros, os Estados Unidos estão fazendo parte do estande do Estado da Flórida, que tem 16 metros quadrados e mais de dez empresas divulgando serviços e destinos. “O Brasil é o segundo maior mercado de turistas nas Américas, só perde para o Canadá.”, conta o assistente de marketing Renato Oliveira.

Na Europa, países como Portugal, Itália, Dinamarca, Rússia e Espanha estão presentes. O Governo espanhol montou um estande de 100 metros quadrados e, nele, várias empresas apresentam diversos atrativos do país. Uma das novidades é o lançamento do guia de bolso Caminhos de Santiago, voltado para peregrinos. “Muita gente vai lá para conhecer essa rota, independente da religião que tem. É um dos nossos grandes atrativos. As pessoas não vão só para Madrid e Barcelona”, conta a assessora de imprensa do governo, Ângela Telma.

A Turquia está na Feira das Américas para mostrar aos agentes de viagem um outro lado da Europa. O país é considerado o mais moderno entre os de cultura mulçumana, mas ao mesmo tempo carrega um passado de história. “A capital Istambul tem uma cultura meio europeia e meio asiática. Tem um contraste entre o novo e o antigo”, disse Eliane Mota promotora do governo turco.

A Tailândia montou um grande estande com direito até a apresentação de música. Quem tem curiosidade de conhecer um pouco do mundo asiático e budista não pode perder esta oportunidade. “O país apresenta grandes atrações. Andar de elefante em algumas cidades, conhecer as praias e também a noite da capital de Bancoc são algumas delas”, ressaltou a operadora de viagens Claudia Gomes, que mora há três anos lá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.