23ªEDIÇÃO DO FESTURIS EM GRAMADO É ELOGIADO POR PARTICIPANTES

Participando neste ano como convidada pela primeira vez do Festuris, pude perceber que o evento mostrou todo o seu potencial e profissionalismo dos participantes e dos seus expositores, além da programação do congresso com palestras de alto nível. Um evento com muita qualidade e com a participação de profissionais da área e interessados. Na coletiva à imprensa, foram anunciados os números , onde constatou-se um aumento de 14,37% no número de visitantes e 12,85% na metragem comercializada, onde estavam expostos mais de 360 stands, com um número superior a 1,8 mil marcas. A diretora do evento, Marta Rossi anunciou, para a 24ª edição, a criação do Salão da Acessibilidade, que trará as novas tecnologias ao Festuris, além de novos destinos internacionais na feira.

Participantes da região Nordeste, como o Ceará, a Bahia, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte marcaram presença com seus stands mostrando todo o potencial da região. A rica cidade de Belém do Pará mereceu destaques e elogios levando sua padroeira e sua fé e religiosidade através do Círio de Nazaré, parabenizado por todos. O Amapá pela primeira vez participou e gostou do que viu e presenciou, e já pretender marcar presença não só no Festuris, mas em outros eventos do sul do país.
Outros países também levaram seus roteiros como no caso da Jordânia, que explorou seus roteiros a partir de Amã, capital da Jordânia e toda a região. Com informativos e guia do viajante, representantes do país entregaram kits de roteiros para quem pretende conhecer a região, situada numa área de colinas entre o deserto e o fértil Vale do Jordão. Hotéis, restaurantes, entre locais históricos, e outros atrativos.

DESTAQUE PARA O SUL

As cidades do sul investiram na qualidade para mostrar aos participantes o que o sul tem a oferecer. O stand de Foz do Iguaçu, um diferencial a parte, o do Paraná, com destaque para Curitiba e Paranaguá. Já o stand de Bento Gonçalves, foi um sucesso, além de divulgar seu potencial do vinho e champagne, saudou a todos com um excelente pianista. A secretária de turismo de Bento Gonçalves, Ivane Fávero, recebeu a mim e a jornalista Rita Minami onde comentou sobre a Vindima, festa da uva, onde se pode ver e conhecer de perto

todo o processo da fabricação do vinho, que começa em 13 de janeiro e prossegue até 11 de março, e atrai turistas de todos os cantos. Bento, capital da uva e do vinho e pólo moveleiro do Brasil, é um destino perfeito para quem procura vivências profundas com a história e os costumes da imigração italiana no Rio Grande do Sul, sem abrir mão de grandes negócios e de uma infra-estrutura inigualável.O cultivo da uva e a produção do vinho,aliados à hospitalidade característica deste povo, conferiram a Bento uma identidade bastante particular, transformando o município no mais importante destino de enoturismo do país.

A 23ªedição do Festuris deu amplitude com seus corredores amplos , o que evitou congestionamento entre um e outro stand, na passagem de seus visitantes. Com uma equipe técnica á disposição, os expositores e visitantes vivenciaram a alta qualidade do evento, que no próximo ano, contará com mais um salão,o da acessibilidade, que com certeza levarão nomes importantes e as novidades do mercado.
A sala de imprensa se destacou com um coffee break permanente e sua equipe atenta as solicitações, além da sala de apoio para palestras .

Na foto: a secretária de turismo de Bento Gonçalves, Ivane Fávero, a jornalista Rita Minami , eu e a consultora Tânia Brizolla

*Esta jornalista blogueira viajou a convite da organização do Festuris via TAM e foi hóspede do Klein Ville hotel em Canela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.