Walter Alves defende proteção para criação de camarão no Brasil

O deputado federal Walter Alves (PMDB-RN) garantiu hoje (5) apoio a Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC) e Associação Norte-rio-grandense de Criadores de Camarão (ANCC) que estiveram em Brasília reivindicando a obrigatoriedade de normas técnicas e sanitárias para liberação de importação do crustáceo oriundo do Equador.

Os criadores temem a importação do camarão sem a realização de uma Análise de Risco de Importação (ARI). De acordo com os criados, a produção de camarão no Equador apresenta dez doenças de alto risco epidemiológico, segundo regras da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE). Sete dessas enfermidades ainda não são encontradas no Brasil. Sem a análise, a produção brasileira corre risco. Segundo os criadores, o Ministério da Agricultura já sinalizou que vai liberar a importação.

Em reunião que contou com a participação do secretário da Presidência da República, Sandro Mabel, e do deputado federal Veneziano Neto (PMDB-PB), Walter Alves confirmou que apoia o pleito dos criadores. “A carcinicultura é uma importante atividade econômica para o Rio Grande do Norte. São mais de 15 mil pessoas empregadas. Somos o segundo maior produtor do país. Vamos brigar para que as normas técnicas sejam respeitadas e, assim, proteger a nossa produção”, afirma o parlamentar.

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »