Voos charters trazem uruguaios para a Semana Santa na Bahia

Cerca de 900 turistas uruguaios passam a Semana Santa na Bahia. Vindos de Montevidéu em voos charters da Gol Linhas Aéreas Inteligentes, os visitantes intensificam o fluxo turístico no Estado no feriadão. Dos oito voos charters internacionais que chegaram do Uruguai à capital baiana no último final de semana, quatro foram realizados pela companhia.

Para o secretário do Turismo do Estado, José Alves, a captação de voos é reflexo da política de promoção e atração de turistas para o Estado. “Estamos em diálogo permanente com as companhias aéreas para trazer voos. Também divulgamos os atrativos turísticos da Bahia em eventos dentro e fora do Brasil, no intuito de ampliar o fluxo turístico”, disse.

De acordo com a coordenadora da Câmara de Turismo da Fecomércio, empresária Avani Duran, o setor privado atuou junto ao Governo do Estado na divulgação da Bahia no Uruguai, no final do ano passado. “Junto com a Setur e a Bahiatursa, visitamos e oferecemos treinamento aos operadores de turismo de Montevidéu. A vinda dos 900 uruguaios é fruto desse trabalho desenvolvido também junto à Gol”, afirma.

Os voos charters são frequências não regulares oferecidas pelas companhias aéreas a partir da identificação de uma demanda específica para uma cidade. Eles podem ser fretados por grupos ou abertos para livre comercialização.

Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que administra o aeroporto de Salvador, no primeiro bimestre deste ano a capital baiana recebeu mais de 560 voos charters nacionais e internacionais das companhias Gol, Latam, Aerolineas Argentinas, Andes e Hi-Fly. Estas frequências foram responsáveis pela vinda de 45,6 mil pessoas, que desfrutaram dos atrativos turísticos baianos.

O número de voos dos dois primeiros meses de 2017 equivale a 18% do total de charters registrados pela Infraero em todo o ano de 2016: mais de 6 mil voos em rotas não regulares, com cerca de 144 mil pessoas a bordo.

Eixo Salvador – A Secretaria do Turismo da Bahia também atua visando a melhorar o ambiente de negócios na capital, porta de entrada para as 13 zonas turísticas do Estado. “Estamos dialogando com o trade em busca de novas alternativas que contribuam para intensificar a presença dos turistas em Salvador e ampliar a geração de emprego e renda”, finalizou o secretário José Alves.

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »